Fórum Numismática

Lugar de convívio de colecionadores de moedas, notas e outros artigos
Data/Hora: sexta out 19, 2018 7:51 pm

Hora UTC




Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 4 mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: quinta dez 15, 2016 7:46 pm 
Desligado
Reinado D.Filipe III
Avatar do Utilizador

Registado: segunda nov 08, 2004 4:35 pm
Mensagens: 785
Localização: Lisboa/Caxias
Um cruzado em que se notam as marcas do tempo mas que ainda assim está bastante simpático. Desta data (1750) é dos mais escassos devido a ter uma coroa com 5 arcos e o escudo largo. O reverso tem a legenda separada por quadrifólios em vez de florões.

Cruzado de 1750 Ref. AG (2007) J5.82.01 Ref. VMA Jo5.CNP.12
Anexo:
Jo5.CNP.12 a red.JPG
Anexo:
Jo5.CNP.12 b red.JPG


*Clicar nas fotos para aumentar


Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.


Última edição por Mmatos em quarta jun 13, 2018 6:35 pm, editado 1 vez no total.

Topo
   
MensagemEnviado: quinta dez 15, 2016 11:05 pm 
Desligado
Reinado D.Pedro V
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 10, 2011 11:42 am
Mensagens: 202
Localização: Figueira da Foz - Portugal
Olá,
Boa noite!

Este cruzado não está "simpático" está "simpatiquíssimo"!

Nos cruzados de 1750 com coroa com cinco arcos, eu não faço a distinção se o escudo é mais ou é menos largo. As dimensões entre um e outro são tão ínfimas que corremos o risco de, com este parâmetro, estarmos a classificar mal uma variante. Por exemplo, basta no processo de cunhagem a batida do cunho ter sido mais forte e o disco ter cedido um pouco mais para que os contornos do perímetro do escudo fiquem mais "espalmados" - logo, ficando o escudo a parecer mais largo.

(Atenção: o que acabei de escrever no parágrafo anterior, não se aplica nos cruzados de D. Pedro IV e de D. Miguel I, moedas estas, cunhadas com um outro aprumo - já se tinham passado 75 anos depois do reinado de D. João V).

Às coroas de cinco arcos nos cruzados de D. João V eu atribuí dos tipos diferentes - Tipo 9 e Tipo 10. Mesmo assim, elas têm praticamente as mesmas características.

Nos cruzados com coroa do Tipo 9, além desta ter os pedúnculos um pouco mais baixos do que coroa os da coroa do Tipo 10, aquela é mais larga ocupando assim, uma área maior do anverso.

A maneira prática de as distinguir é bastante simples:

Nos cruzados com coroa do Tipo 9, a letra "X" da palavra "REX", toca na primeira pérola a contar de baixo do arco externo esquerdo. Nos cruzados com coroa do Tipo 10, esta situação não ocorre, havendo um espaço considerável entre a letra "X" e a pérola em questão.

O cruzado que nos apresenta tem um anverso com uma coroa do Tipo 10. Para este anverso específico eu considerei dois tipos de reverso, um em que o âmago dos florões a cantonar a Cruz de Cristo é de dimensão pequena, que é o que se observa na imagem aqui colocada e, ou outro, com o âmago dos florões de dimensão grande.

O curioso, é que em todos os cruzados com coroa do tipo 10 que conheço, onde, no reverso, o âmago dos florões é de dimensão grande - e somente nesta conjugação de anverso e de reverso - a cunhagem do anverso apresenta um defeito dando a falsa percepção que a sequência no diadema da coroa ser " ... Losango - 1 ponto - losango ..." ao invés de ser, como de facto é, "... Losango - 2 pontos - losango ...".


Um abraço do,


Miguel N. Costa


Topo
   
MensagemEnviado: sexta dez 16, 2016 3:57 pm 
Desligado
Reinado D.Filipe III
Avatar do Utilizador

Registado: segunda nov 08, 2004 4:35 pm
Mensagens: 785
Localização: Lisboa/Caxias
mncosta Escreveu:
O curioso, é que em todos os cruzados com coroa do tipo 10 que conheço, onde, no reverso, o âmago dos florões é de dimensão grande - e somente nesta conjugação de anverso e de reverso - a cunhagem do anverso apresenta um defeito dando a falsa percepção que a sequência no diadema da coroa ser " ... Losango - 1 ponto - losango ..." ao invés de ser, como de facto é, "... Losango - 2 pontos - losango ...".


Penso que se esteja a referir a um exemplar como o de baixo (retirado do catálogo VMA), pois no lado esquerdo do diadema parecem existir dois pontos. Mas não será de se considerar variante, pois a verdade é que é um cunho diferente e os pontos do diadema estão centrados com os "bicos" do losango ??

Imagem


Topo
   
MensagemEnviado: sexta dez 16, 2016 9:12 pm 
Desligado
Reinado D.Pedro V
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 10, 2011 11:42 am
Mensagens: 202
Localização: Figueira da Foz - Portugal
Olá,
Boa noite!

É mesmo a este exemplar que me estava a referir.

Obviamente que se trata de um cunho do anverso diferente ao do cruzado cujas as imagens inicialmente aqui colocou mas, não tão diferente assim, para, em minha opinião, lhe dar um destaque relevante em relação a cunho do anverso do cruzado inicial.

No catálogo que estou preparar sobre variantes de cunho dos cruzados em prata cunhados desde D. Pedro Príncipe Regente a D. Maria II portanto, desde 1677 a 1837, (160 anos), por uma questão de tornar este trabalho uma "ferramenta" prática e não confusa ao colecionador, eu não posso ir ao pormenor do pormenor por muita vontade que eu tenha de o fazer.

A minha inspiração para ter metido "mãos à obra" nesta tarefa foi o Catálogo Descritivo dos Patacões da Casa da Moeda do Rio da autoria de Lupércio Gonçalves Ferreira. Acontece, que aqui, o período em que foram cunhados/recunhados os patacões foi de 1809 a 1834, somente 25 anos.

Ora, catalogar cunhos o mais pormenorizadamente possível durante um período 25 anos já em si é uma tarefa hercúlea mas, catalogar cunhos num período de 160 anos com o mesmo rigor e pormenor de Lupércio Gonçalves Ferreira é, em minha opinião, impossível.

Por isso, um catálogo deste tipo é e sempre será um catálogo incompleto. Por mais variantes que estejam referenciadas irão sempre, no futuro, aparecer outras mais.

Voltando à sua questão. Eu tenho esta moeda na minha coleção e analisei-a pormenorizadamente, não tenho qualquer dúvida que a sequência no diadema da coroa é "... Losango - 2 pontos - losango ..." agora, o cunho estaria defeituoso e o facto de os pontos visíveis estarem alinhados com os "bicos" dos losangos é mera casualidade originada pelo referido defeito do cunho.

As referências que atribuo aos cruzados de D. João V têm cada uma delas cinco números:

Da esquerda para a direita - O 1º número indica o tipo de coroa, o 2º número indica se a legenda do reverso é separada por quadrifólios ou separada por florões, o 3º número indica a dimensão do âmago dos florões a cantonar a Cruz de Cristo, o 4º número indica as variantes nas legendas do anverso ou do reverso se as houver e o 5º número indica outras variantes nos cunhos do anverso ou do reverso e ou, excecionalmente, nos cruzados de 1750 com coroa do Tipo 2, a indicação do formato do escudo do anverso, (formato rectangular ou formato quadrado).

Ao seu cruzado eu atribuo a seguinte referência: J5-1750-10.1.1.0.0.

Ao segundo cruzado que aqui colocou as respetivas imagens eu atribuo a referência: J5-1750-10.2.2.0.1.

O facto de o último número, do lado direito, ser o algarismo um e não o algarismo zero é a indicação que neste cruzado existe uma "anormalidade" - o defeito no cunho que nos dá a falsa perceção de a sequência no diadema ser "... Losango - 1 ponto - losango ...".


Um abraço do,


Miguel N. Costa


Topo
   
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 4 mensagens ] 

Hora UTC


Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Limited
Traduzido por: phpBB Portugal