Convenção

Discussões sobre numismática que não se enquadrem nos restantes forums

Moderador: Moderador de Honra

Responder
Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
gil costa
Reinado D.Filipe I
Mensagens: 880
Registado: sábado mai 10, 2014 8:32 pm

Convenção

#1 Mensagem por gil costa » quarta fev 12, 2020 8:53 pm

Para que lado esá virada a república?
Ontem dei conta que digo naturalmente "para a esquerda" e parece que há uma convenção (?) que se baseia no observador e não na moeda e que se diria "facing right" (a olhar para a direita).
?
Bem, ontem uma descrição conseguiu confundir-me :-(

___
Por exemplo: nos carros há a convenção de referenciar ao condutor sentado ao volante, como toda a gente deve saber.
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.


GPC
§Chercheur de trésors§
Todas as minhas moedas são para vender. As moedas e o resto dos achados. :-) Ou dar. Também já aconteceu.

Avatar do Utilizador
gil costa
Reinado D.Filipe I
Mensagens: 880
Registado: sábado mai 10, 2014 8:32 pm

Re: Convenção

#2 Mensagem por gil costa » quinta fev 13, 2020 11:00 pm

Bem, a referência é o observador.

Sou contra! :-)
22. In describing coins the terms right and left mean the right and left of the spectator, not the heraldic and military right and left, or those of the coin.


https://theodora.com/encyclopedia/n/numismatics.html
GPC
§Chercheur de trésors§
Todas as minhas moedas são para vender. As moedas e o resto dos achados. :-) Ou dar. Também já aconteceu.

MCarvalho
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 8313
Registado: sexta nov 05, 2004 9:55 pm

Re: Convenção

#3 Mensagem por MCarvalho » sexta fev 14, 2020 10:35 am

Sim.
A referência que se tornou padrão é o observador.
Há trabalhos antigos (finais do século XIX, inícios do XX) em que podem aparecer outro critério, em que a referência é o busto/efígie. É o caso, por exemplo, dos trabalhos de Leite de Vasconcelos no Archeologo Portuguez , que ainda há dias estavam aqui linkados pelo amigo Sílvio.
MCarvalho

Avatar do Utilizador
gil costa
Reinado D.Filipe I
Mensagens: 880
Registado: sábado mai 10, 2014 8:32 pm

Re: Convenção

#4 Mensagem por gil costa » quarta fev 19, 2020 6:32 pm

Pois parece-me bem que se volte ao bom senso! A referência deve ser a moeda. É dela que se está a falar.
Como está, há 2 esquerdas e duas direitas.

".....a andar para a esquerda, a segurar na mão direita uma grinalda e na mão esquerda uma palma....."
GPC
§Chercheur de trésors§
Todas as minhas moedas são para vender. As moedas e o resto dos achados. :-) Ou dar. Também já aconteceu.

Avatar do Utilizador
fernanrei
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 6327
Registado: terça mar 28, 2017 8:00 pm

Re: Convenção

#5 Mensagem por fernanrei » quinta fev 20, 2020 11:00 am

Caro forista, já que refere o bom senso, eu vou recordar-lhe um pormenor que está a esquecer. Tenho reparado que costuma usar o tesorillo para identificar moedas romanas, https://www.tesorillo.com/roma/bajo_imperio_frame.htm, e pelos vistos nunca se incomodou com o facto de eles fazerem esse tipo de observação, mas, por uma questão de esclarecimento, vá lá dar uma vista de olhos e envie um email para os mesmos a perguntar porque o fazem, pode ser que respondam.

Em relação a um exemplo que deu, e quanto a mim muito bem, o da condução. O sentido de orientação do condutor alinha-se pelas características físicas do mesmo, determinadas pelo plano anatómico, nomeadamente a distinção entre a sua direita e esquerda. Para orientação da trajetória do veículo conduzido, o condutor observa Tudo o que surge no seu campo de visão, e, tendo por base esse ponto de referência, escolhe as melhores opções. Sempre que tiver de processar a informação recolhida por observação e definir a trajetória dos objetos que se deslocam perante si, ou podem deslocar, determina o vetor de direção dos mesmos com esse critério. No entanto, o condutor não altera as características físicas de pessoas ou animais, ou seja, não lhes troca o lado dos membros só porque na nossa perspetiva os vemos do lado contrário, mas se tem de dizer para onde se viram ou deslocam, respeita a sua ótica de observação, que é a forma mais segura e eficaz de o fazer.

Em relação às moedas, muitas pessoas dão a primazia à observação, incluindo o toque, para apreciação das mesmas, por isso, faz todo o sentido considerar-se o observador quando se determinam aspetos de orientação do sentido geral da moeda, no entanto, quando se caracterizam as propriedades individuais dos elementos presentes na gravura, convém que correspondam à realidade, uma vez que a observação deu lugar à caracterização técnica dos aspetos associados.

Veja se compreende a diferença:
".....a andar para a esquerda, a segurar na mão direita uma grinalda e na mão esquerda uma palma....."

".....a andar para a sua direita, a segurar na mão direita uma grinalda e na mão esquerda uma palma.....

Cumprimentos.
:D FMMRei :D

Responder

Voltar para “Numismática em geral”