Real de dez soldos — Porto

Moderadores: palves, LMACHADO, numisiuris, crislaine, Jacinto Silva, Praça, Moderador de Honra

Responder
Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
numisiuris
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2039
Registado: sexta abr 11, 2014 7:07 am

Real de dez soldos — Porto

#1 Mensagem por numisiuris » quinta out 11, 2018 3:09 pm

Com sinal à direita e sem ornamentação na coroa. Encontrei 4 moedas com estas características em 2341.
Imagem
Imagem



paulj
Reinado D.João V
Mensagens: 567
Registado: quarta mai 15, 2013 2:30 am

Re: Real de dez soldos — Porto

#2 Mensagem por paulj » quinta out 11, 2018 9:59 pm

Real muito bonito, tem uma tonalidade de bolhão mais rico, os que tenho do Porto aparentam ser sempre menos ricos em prata, que os de Lisboa.
Não percebo se existe letra monetária no reverso ( o O talvez, mas o P? ).
Cumprimentos Iúri.

paulj
Reinado D.João V
Mensagens: 567
Registado: quarta mai 15, 2013 2:30 am

Re: Real de dez soldos — Porto

#3 Mensagem por paulj » quinta out 11, 2018 10:04 pm

Agora, com mais atenção, parece-me ver o P!

Avatar do Utilizador
numisiuris
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2039
Registado: sexta abr 11, 2014 7:07 am

Re: Real de dez soldos — Porto

#4 Mensagem por numisiuris » sexta out 12, 2018 12:48 am

Boa noite caro João Paulo!

É P-O, sim. Este foi lavrado entre 1387 e 1391. Ainda é de dinheiro e meio de lei (12,5%Ag).

Nos reais de dez soldos está o trabalho todo feito por Gomes Marques há quase 30 anos:

https://www.dropbox.com/s/ssg4ww5srxegm ... s.pdf?dl=0

O principal problema do estudo de Gomes Marques, para lá de estar em língua estrangeira, é ser pouco didático. E há algumas falhas. Não considera reais do regedor no Porto. E há uma emissão de Lisboa em que ele indica a distinção pela legenda FE-CIT, quando essa regra não é universal em face de outras emissões, esquecendo-se de reparar nos trifólios dos pedúnculos da coroa que, esses sim, marcam a emissão. Em termos de análise numismática propriamente dita, as principais falhas de Gomes Marques parecem-me ser a desconsideração das cruzes de abertura da legenda e dos ornamentos dos pedúnculos da coroa, que muitas vezes marcam emissões. De qualquer modo, o grosso do trabalho, neste sistema, estava feito. E no sistema do real branco, por mais que considerasse cruzes ou ornamentos da coroa, também não progredia. Foi à legenda e nem aí encontrou salvação para a distinção. Eu estou convencido que nesses reais brancos, todos os que têm letra seca e fina serão de 1,5 dinheiros. O problema é que, dentro dos outros, não estou seguro que todos sejam de três dinheiros. Fica para a próxima geração. Já o sistema do real de três e meia, nunca ninguém o tinha estudado. E entende-se porquê. Devem ter feito umas análises a grupos pequenos de moedas e desistiram imediatamente, face à disparidade de resultados. Mas tem que se andar para a frente. Lá para o fim do ano já conto ter um exemplar impresso para oferecer aos "dadores de moedas". Nessa altura conto fazer-lhe uma visita aí à terra fria! Um abraço! :beer:

Avatar do Utilizador
numisiuris
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2039
Registado: sexta abr 11, 2014 7:07 am

Re: Real de dez soldos — Porto

#5 Mensagem por numisiuris » sexta out 12, 2018 12:59 am

Ponho-me a falar e esqueço-me de ir ao que interessa. Eles têm na generalidade a mesma prata. Houve emissões lavradas em Lisboa e no Porto, concomitante ou separadamente. Podem é os metais usados ter diferentes proveniências, o que pode originar diferentes patines. Até o meio onde as moedas são achadas. Gomes Marques, para o Porto, não indica de facto a lei de 2 dinheiros, que considera para Lisboa. Mas todas as outras leis existem em ambas as casas. E acredito até que não tenha encontrado emissões de dois dinheiros no Porto por falta de amostra. Porque nos meios reais eu encontrei essa lei, em dua ou três moedas raras.

Numis
Reinado D.João I
Mensagens: 1337
Registado: domingo mai 06, 2007 9:59 am
Localização: Lisboa

Re: Real de dez soldos — Porto

#6 Mensagem por Numis » sexta out 12, 2018 8:48 am

numisiuris Escreveu:Boa noite caro João Paulo!

É P-O, sim. Este foi lavrado entre 1387 e 1391. Ainda é de dinheiro e meio de lei (12,5%Ag).

Nos reais de dez soldos está o trabalho todo feito por Gomes Marques há quase 30 anos:

https://www.dropbox.com/s/ssg4ww5srxegm ... s.pdf?dl=0

O principal problema do estudo de Gomes Marques, para lá de estar em língua estrangeira, é ser pouco didático. E há algumas falhas. Não considera reais do regedor no Porto. E há uma emissão de Lisboa em que ele indica a distinção pela legenda FE-CIT, quando essa regra não é universal em face de outras emissões, esquecendo-se de reparar nos trifólios dos pedúnculos da coroa que, esses sim, marcam a emissão. Em termos de análise numismática propriamente dita, as principais falhas de Gomes Marques parecem-me ser a desconsideração das cruzes de abertura da legenda e dos ornamentos dos pedúnculos da coroa, que muitas vezes marcam emissões. De qualquer modo, o grosso do trabalho, neste sistema, estava feito. E no sistema do real branco, por mais que considerasse cruzes ou ornamentos da coroa, também não progredia. Foi à legenda e nem aí encontrou salvação para a distinção. Eu estou convencido que nesses reais brancos, todos os que têm letra seca e fina serão de 1,5 dinheiros. O problema é que, dentro dos outros, não estou seguro que todos sejam de três dinheiros. Fica para a próxima geração. Já o sistema do real de três e meia, nunca ninguém o tinha estudado. E entende-se porquê. Devem ter feito umas análises a grupos pequenos de moedas e desistiram imediatamente, face à disparidade de resultados. Mas tem que se andar para a frente. Lá para o fim do ano já conto ter um exemplar impresso para oferecer aos "dadores de moedas". Nessa altura conto fazer-lhe uma visita aí à terra fria! Um abraço! :beer:
:claps: :claps: :claps: Sempre a aprender, quanto à moeda está muito bonita
As minhas moedas Atualizado 20/09/2018

https://drive.google.com/file/d/1ICuDLo ... p=drivesdk

Avatar do Utilizador
fernanrei
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3872
Registado: terça mar 28, 2017 8:00 pm

Re: Real de dez soldos — Porto

#7 Mensagem por fernanrei » sexta out 12, 2018 3:05 pm

Excelente moeda Iuri, muito bom mesmo. Gosto do aspeto geral da moeda, tem bem patente e idade e mantém uma estrutura bastante completa :biglaugh:
Última edição por fernanrei em sábado out 13, 2018 11:10 am, editado 1 vez no total.
:D FMMRei :D

Avatar do Utilizador
soga80
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4171
Registado: sábado dez 20, 2014 6:31 pm
Localização: Leiria

Re: Real de dez soldos — Porto

#8 Mensagem por soga80 » sexta out 12, 2018 3:22 pm

Obrigado pela informação...

paulj
Reinado D.João V
Mensagens: 567
Registado: quarta mai 15, 2013 2:30 am

Re: Real de dez soldos — Porto

#9 Mensagem por paulj » sexta out 12, 2018 7:41 pm

numisiuris Escreveu:Boa noite caro João Paulo!

É P-O, sim. Este foi lavrado entre 1387 e 1391. Ainda é de dinheiro e meio de lei (12,5%Ag).

Nos reais de dez soldos está o trabalho todo feito por Gomes Marques há quase 30 anos:

https://www.dropbox.com/s/ssg4ww5srxegm ... s.pdf?dl=0

O principal problema do estudo de Gomes Marques, para lá de estar em língua estrangeira, é ser pouco didático. E há algumas falhas. Não considera reais do regedor no Porto. E há uma emissão de Lisboa em que ele indica a distinção pela legenda FE-CIT, quando essa regra não é universal em face de outras emissões, esquecendo-se de reparar nos trifólios dos pedúnculos da coroa que, esses sim, marcam a emissão. Em termos de análise numismática propriamente dita, as principais falhas de Gomes Marques parecem-me ser a desconsideração das cruzes de abertura da legenda e dos ornamentos dos pedúnculos da coroa, que muitas vezes marcam emissões. De qualquer modo, o grosso do trabalho, neste sistema, estava feito. E no sistema do real branco, por mais que considerasse cruzes ou ornamentos da coroa, também não progredia. Foi à legenda e nem aí encontrou salvação para a distinção. Eu estou convencido que nesses reais brancos, todos os que têm letra seca e fina serão de 1,5 dinheiros. O problema é que, dentro dos outros, não estou seguro que todos sejam de três dinheiros. Fica para a próxima geração. Já o sistema do real de três e meia, nunca ninguém o tinha estudado. E entende-se porquê. Devem ter feito umas análises a grupos pequenos de moedas e desistiram imediatamente, face à disparidade de resultados. Mas tem que se andar para a frente. Lá para o fim do ano já conto ter um exemplar impresso para oferecer aos "dadores de moedas". Nessa altura conto fazer-lhe uma visita aí à terra fria! Um abraço! :beer:
Caro Iúri

Muito obrigado pelos seus esclarecimentos, andava há bastante tempo a tentar ter acesso a este artigo de Gomes Marques, agora finalmente vou conseguir tirar algumas dúvidas.
Espero com muita curiosidade a saída do seu livro, e desde já agradeço a sua atenção.

Responder

Voltar para “D. João I”