Justo P - Barrete do século?

Moderadores: palves, LMACHADO, numisiuris, crislaine, Jacinto Silva, Praça, Moderador de Honra

Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
Jacinto Silva
Reinado D.Sancho I
Mensagens: 2935
Registado: quarta mai 23, 2007 3:01 pm

Re: Justo P - Barrete do século?

#11 Mensagem por Jacinto Silva » segunda out 13, 2014 5:00 pm

Viva

Agradeço ao Eng.º Trigueiros e a toda a equipa que com ele colaborou, a partilha gratuita deste brilhante estudo sobre o “Justo do Porto”.
É sem dúvida um grande contributo para a numismática e nos dias que decorrem uma enorme “lufada de ar fresco” e “ferramenta” útil contra as falsificações que assolam a nossa comunidade.

Cumprimentos
Jacinto Silva



david
Sou só um euro caloiro
Mensagens: 1
Registado: quarta out 29, 2014 12:22 pm

Re: Justo P - Barrete do século?

#12 Mensagem por david » quarta out 29, 2014 1:25 pm

Boa tarde,

Não sendo conhecedor da matéria, gostaria de saber a vossa opniao enquanto conhecedores do seguinte:
Tenho uma moeda de meio escudo de ceuta em ouro.
Sei que pertence a uma coleção de 16 moeadas de uma edição limitada da Philae, no entanto tenho apenas esta.

Gostaria de saber qual o valor desta moeda mas não pelo valor do ouro que a compõe.

Cumprimentos

David

jdickson
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3109
Registado: domingo dez 12, 2010 10:27 pm

Re: Justo P - Barrete do século?

#13 Mensagem por jdickson » quarta out 29, 2014 2:07 pm

david Escreveu:Boa tarde,

Não sendo conhecedor da matéria, gostaria de saber a vossa opniao enquanto conhecedores do seguinte:
Tenho uma moeda de meio escudo de ceuta em ouro.
Sei que pertence a uma coleção de 16 moeadas de uma edição limitada da Philae, no entanto tenho apenas esta.

Gostaria de saber qual o valor desta moeda mas não pelo valor do ouro que a compõe.

Cumprimentos

David
As colecções da Philae são privadas, com peças executadas pelos próprios (ou a seu mando), logo não se pode atribuir uma cotação, pois não existem coleccionadores suficientes para gerar a relação de procura/oferta necessária para isso. Como tal, o valor é aquele que se queira dar, mas geralmente não ultrapassa o valor do metal. A quantia em questão só aumentaria se houvesse alguém disposto a isso, o que duvido.

Responder

Voltar para “D. João II”