D ANTÓNIO

Moderadores: palves, LMACHADO, numisiuris, crislaine, Jacinto Silva, Praça, Moderador de Honra

Avatar do Utilizador
Luis Nobrega
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 5444
Registado: sábado nov 06, 2004 12:55 am
Localização: Funchal
Contacto:

Mensagempor Luis Nobrega » domingo nov 14, 2004 12:54 pm

Não foi esse senhor que ofereceu Portugal aos Espanhóis!? :bgdev:

Avatar do Utilizador
Laulo
Reinado D.Sancho II
Mensagens: 1934
Registado: sexta nov 05, 2004 10:49 pm
Localização: Caldas da Rainha

Mensagempor Laulo » domingo nov 14, 2004 11:33 pm

Sobre o D. António, não há muito tempo existiu um Topic no outro forum que Deus o lá tenha sossegado, em que foram feitas muito boas intervenções.

Talvez consigam transportar para este o seu conteúdo.

Laslo

AClemente
Reinado D.João V
Mensagens: 564
Registado: sexta nov 05, 2004 9:47 pm
Localização: Lisboa
Contacto:

Mensagempor AClemente » segunda nov 15, 2004 8:30 am

Luis Nobrega Escreveu:Não foi esse senhor que ofereceu Portugal aos Espanhóis!? :bgdev:


Sacrilégio !!! :violent1:
Sr. Nóbrega, volte imediatamente a estudar os livros de história. :schlaumeier:
Quem 'entregou' as chaves do castelo foi o tio dele, o obscuro D. Henrique. D. António lutou até onde podia para que isso não acontecesse.

Avatar do Utilizador
Laulo
Reinado D.Sancho II
Mensagens: 1934
Registado: sexta nov 05, 2004 10:49 pm
Localização: Caldas da Rainha

Mensagempor Laulo » segunda nov 15, 2004 9:35 am

Luis, é hoje que se entrega Portugal de qualquer maneira e a qualquer preço, os Portugueses de antanhos vendiam caro a derrota e davam a vida pela Pátria.

Houve poucos cobardes que não lutaram por este cantinho à beira mar plantado, reinar bem ou mal aí já é outra história , vendemos sempre cara a derrota e não nos esquecemos delas em 1º lugar Alcácer Quibir, que deu origem ao D. António aparecer neste TOPIC.

Laulo

Avatar do Utilizador
Luis Nobrega
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 5444
Registado: sábado nov 06, 2004 12:55 am
Localização: Funchal
Contacto:

Mensagempor Luis Nobrega » segunda nov 15, 2004 1:30 pm

AClemente Escreveu:
Luis Nobrega Escreveu:Não foi esse senhor que ofereceu Portugal aos Espanhóis!? :bgdev:


Sacrilégio !!! :violent1:
Sr. Nóbrega, volte imediatamente a estudar os livros de história. :schlaumeier:
Quem 'entregou' as chaves do castelo foi o tio dele, o obscuro D. Henrique. D. António lutou até onde podia para que isso não acontecesse.


:stumm:
Pois foi... peço então desculpa ao D. António! :embarrassed:

Avatar do Utilizador
Laulo
Reinado D.Sancho II
Mensagens: 1934
Registado: sexta nov 05, 2004 10:49 pm
Localização: Caldas da Rainha

Mensagempor Laulo » segunda nov 15, 2004 4:24 pm

Com a morte do cardeal, as tropas filipinas entram em Portugal. Os partidários do prior do Crato aclamam-no rei em Santarém; Lisboa e Setúbal recebem-no vibrantemente e, em breve, quase todos os burgos do reino alinham a seu lado. Mas, não dispondo de exército organizado, nem de recursos, é derrotado na batalha de Alcântara pelo exército castelhano. Consegue fugir com dificuldade para o estrangeiro onde, nas cortes de França a de Inglaterra, procura obter auxílio para lutar contra Filipe II.

Duas esquadras francesas enviadas à Ilha Terceira são derrotadas sucessivamente pelos castelhanos. A Terceira perde-se, como último bastião de D. António. Vivendo miseravelmente em França, a expensas de Catarina de Médicis resolve passar à corte de Isabel I pedindo novo auxilio. Os ingleses como represália contra o ataque da Invencível Armada, resolvem enviar a Portugal uma esquadra, comandada por Drake. D. António desembarca em Peniche mas sofre novo desaire. Regressa a França e, depois de ter conseguido um novo auxílio de Henrique IV, morre em Paris de uma crise de uremia, sem realizar o projecto por que tanto lutou.



Ficha genealógica:

D. António nasceu em Lisboa, em 1531, tendo falecido em Paris, a 26 de Agosto de 1595, tendo sido enterrado no Convento de S. Francisco da mesma cidade. Era filho natural ou legitimado do infante D. Luís e de Violante Gomes, mulher plebeia. Foi rei de Portugal desde 19 de Junho de 1580, data da sua aclamação em Santarém, até à derrota de Alcântara, a 25 de Agosto seguinte.

Nunca resignou aos seus direitos e, embora exilado em França a na Inglaterra, manteve luta armada contra Filipe II, nos Açores (1582‑1583) a em Lisboa (1589). De várias mulheres teve 10 filhos, sendo os mais conhecidos:

Avatar do Utilizador
jcostapt
Reinado D.Carlos
Mensagens: 145
Registado: sábado nov 06, 2004 12:17 am
Localização: Açores
Contacto:

Mensagempor jcostapt » domingo nov 21, 2004 4:29 pm

Deixo aqui um texto que saíu na revista moeda há uns tempos:
Imagem
Joao Costa

Avatar do Utilizador
jcostapt
Reinado D.Carlos
Mensagens: 145
Registado: sábado nov 06, 2004 12:17 am
Localização: Açores
Contacto:

Mensagempor jcostapt » segunda fev 05, 2007 12:10 am

Decidi recuperar este topico para colocar fotos de uma das moedas que tenho de D. Antonio

Imagem

Imagem
Joao Costa

Avatar do Utilizador
vma
Reinado D.João V
Mensagens: 599
Registado: quinta out 19, 2006 10:32 pm
Localização: Almada / Lisboa

Mensagempor vma » segunda fev 05, 2007 12:15 am

Belo exemplar e em excelente estado de conservação... este escapou à sanha dos espanhois... que as mandaram destruir como moeda falsa.


:Spt :Spt
Vitor Almeida

Camisa_Negra
Reinado D.Pedro I
Mensagens: 1427
Registado: quarta jan 12, 2005 10:20 pm
Localização: Braga/Guimarães

Mensagempor Camisa_Negra » segunda fev 05, 2007 5:27 pm

Luis Nobrega Escreveu:Não foi esse senhor que ofereceu Portugal aos Espanhóis!? :bgdev:


Antes pelo contrário, foi ele quem lutou para que Portugal nunca fosse espanhol...
Quem tácitamente ofereceu Portugal aos espanhois foi o Cardeal D. Henrique, individuo velho, fraco e sem iniciativa nenhuma. Foi um dos piores governantes de Portugal de sempre!
"A paz do coração é o paraiso dos homens" Platão


Voltar para “D. António I”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante