D. António e a autorização francesa para bater moeda

Moderadores: palves, LMACHADO, numisiuris, crislaine, Jacinto Silva, Praça, Moderador de Honra

Avatar do Utilizador
Nascimento
Reinado D.Sancho I
Mensagens: 2690
Registado: domingo set 09, 2007 5:07 pm
Localização: Marinha Grande

Re:

Mensagempor Nascimento » sexta jul 27, 2012 1:23 pm

jcostapt Escreveu:

Na minha opinião não são. Primeiro porque a cunhagem de cobre (juntamente com a prata e o ouro) está mais do que documentada nos Açores; segundo porque aparecem ainda nos dias de hoje (ainda há coisa de um ou dois anos isso aconteceu) moedas de cobre de D. António nos Açores e terceira razão, D. António não tinha necessidade nenhuma de cunhar cobre, o que lhe poderia trazer rendimentos era a emissão de prata ou ouro.
Posso confirmar isso, pois tenho 2 encontradas aqui no Pico :smile:



Ilustre João, venham daí essas imagens homem!... :D , já tive o prazer de as observar na minha mão, de facto são 2 moedões. :thumbs:
Nascimento

Avatar do Utilizador
Paul Gerritsen Plaggert
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4237
Registado: sexta fev 01, 2008 3:44 am
Localização: São Paulo -SP Brasil

Re: D. António e a autorização francesa para bater moeda

Mensagempor Paul Gerritsen Plaggert » sexta dez 14, 2012 11:23 pm

O franco de 1584 realmente deixa dúvidas até nos estudiosos holandeses quanto à possibilidade de ter sido cunhado em Gorinchem (Gorcum).

Mas o tostão realmente sugere ter sido feito nos Países Baixos, pois apresenta iniciando a legenda IN HOC SIGNO VINCES uma pequena marca monetária, uma rosa, correspondente ao mestre moedeiro Hendrik van Velthuyzen, na função entre 1583 e 1584.
PECVNiA NON OLET


Voltar para “D. António I”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante