Fórum Numismática

Lugar de convívio de colecionadores de moedas, notas e outros artigos
Data/Hora: segunda out 22, 2018 11:36 am

Hora UTC




Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 27 mensagens ]  Ir para a página Anterior 1 2 3
Autor Mensagem
MensagemEnviado: segunda dez 03, 2012 8:11 pm 
Desligado
Reinado D.Manuel II
Avatar do Utilizador

Registado: terça jun 26, 2007 9:57 pm
Mensagens: 58
Sebastianvs I Escreveu:
700 Euros é um dinheirão. Tinha de estar SOBERBA para valer esse dinheiro todo. Pois é isso mesmo que não percebo. Como é que com a crise se continuam a praticar preços desses.


penso que idependente da crise, tudo tem o seu valor, se formos a correr entregar moedas escassas e dificieis como estas, é apenas um acto de desespero mais nada, a maior crise da numismatica e notafilia, nao foi a crise m portugal ou no mundo mais sim, a INTERNET!!! LEILOS ONLINE!!!FALSIFICAÇOES!!


Topo
   
MensagemEnviado: segunda dez 03, 2012 9:16 pm 
Desligado
Reinado D.João VI
Avatar do Utilizador

Registado: segunda jan 23, 2012 12:32 pm
Mensagens: 414
Localização: Coimbra
Sebastianvs I Escreveu:
700 Euros é um dinheirão. Tinha de estar SOBERBA para valer esse dinheiro todo. Pois é isso mesmo que não percebo. Como é que com a crise se continuam a praticar preços desses.


Não percebe porque não quer :)

O facto de o País estar em crise não significa que todos os colecionadores estejam e o que é bom e raro tem sempre mercado ao contrario do que é banal que é comprado principalmente pelas pessoas que mais sentem a crise.

Pensar que o raro e caro vai ficar de um dia para o outro barato devido a crise é uma utopia de quem não percebe minimamente o funcionamento do mercado.

Abraço


Topo
   
MensagemEnviado: segunda dez 03, 2012 11:29 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso Henriques

Registado: sexta nov 05, 2004 9:55 pm
Mensagens: 7839
Citar:
Pensar que o raro e caro vai ficar de um dia para o outro barato devido a crise é uma utopia de quem não percebe minimamente o funcionamento do mercado.


Por vezes não é assim tão simples. Mesmo nas peças mais difíceis, os preços têm caído (isto não quer dizer que tenham ficado baratos, bem entendido).

Esta em particular, por 700 euros, há uns 4 anos (nem é preciso mais) sairia, num estado à volta de BC, por um valor mais próximo dos 1000 euros. Hoje está uma à venda (em BC) com uma base de 400 euros.

Os 4 reais, bem mais comuns, atingiam facilmente os 700, 800 euros. Hoje não creio que saiam por muito mais do que 500.

E nas moedas realmente raras, as bases de licitação têm sido mais baixas. Há agora possibilidade de ver dinheiros de D. Afonso Henriques com muito bom aspecto (bom BC) com uma base 1500 euros (não sei que valores atingirá, contudo)... mas há 5 anos era impossível, pois apareciam menos e eram mais caros.

O que penso que está a acontecer é que continua a haver, naturalmente, um mercado para as moedas mais escassas e mais caras, mas muitas delas estão a mudar de mãos e por preços mais simpáticos, isto é sinal de alguma coisa.

_________________
MCarvalho


Topo
   
MensagemEnviado: terça dez 04, 2012 2:01 pm 
Desligado
Reinado D.João VI
Avatar do Utilizador

Registado: segunda jan 23, 2012 12:32 pm
Mensagens: 414
Localização: Coimbra
Concordo a 200% com essa análise do mercado, o que critiquei foi o pensamento que apenas derivado à "crise" moedas raras e caras vão tornar-se de um dia para o outro acessíveis.

O que está a acontecer é sem dúvida um ajustamento do mercado dado o que o €€ para investir não abunda e as pessoas (mesmo as com bastante €€) estão mais criteriosas na compra de novas peças.

Pessoalmente embora abomine a "crise" confesso que não vejo com maus olhos este ajustamento do mercado :biglaugh:


Topo
   
MensagemEnviado: segunda dez 10, 2012 11:37 pm 
Desligado
Reinado D.Pedro V
Avatar do Utilizador

Registado: domingo mai 13, 2012 11:10 am
Mensagens: 221
Localização: Lisboa
Citar:
Pessoalmente embora abomine a "crise" confesso que não vejo com maus olhos este ajustamento do mercado


Afinal você concorda comigo.

É importante que os vendedores percebam que não podem praticar preços exorbitantes nesta conjuntura que atravessamos, sob pena de afastar irremediavelmente alguns compradores. As últimas duas vezes que estive na feira de moedas do mercado da ribeira não comprei uma única moeda. É pena não haver mais sítios com uma oferta idêntica, dessa forma os preços baixavam de certeza.


Topo
   
MensagemEnviado: segunda dez 10, 2012 11:52 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso Henriques

Registado: domingo dez 12, 2010 10:27 pm
Mensagens: 3003
Sebastianvs I Escreveu:
É importante que os vendedores percebam que não podem praticar preços exorbitantes nesta conjuntura que atravessamos, sob pena de afastar irremediavelmente alguns compradores. As últimas duas vezes que estive na feira de moedas do mercado da ribeira não comprei uma única moeda. É pena não haver mais sítios com uma oferta idêntica, dessa forma os preços baixavam de certeza.

As leis do mercado vão agir, esteja tranquilo.
Eu namorei durante algum tempo uns 10 centavos 1930 soberbos, num determinado vendedor na Ribeira, que me pedia um valor acima do mercado. Chamei-lhe a atenção que, mesmo a moeda sendo excepcional, o valor era excessivo, tendo-me ele retorquido que foi o valor pelo qual a tinha comprado há uns anos. Disse-lhe o evidente, que o mercado estava em queda óbvia e que era melhor ele vender-me com um ligeiro desconto, estando eu disponível para a adquirir (mesmo sabendo que com o tal desconto a moeda continuava relativamente cara), do que ficar com ela "pendurada". Nada a fazer.
Passados 2-3 meses, comprei uns 10 centavos 1930, se calhar ainda mais bonitos, ao Bruno Taborda, por cerca de 60% do preço que o tal vendedor estava a pedir!
Se passar pela banca dele, a moeda ainda lá está...
É isto o mercado a agir: haverá sempre vendedores a pedir exageros (ainda mais, num mercado que continua em queda), mas haverá outros que se adaptam aos tempos e com os quais ainda se vai fazendo bons negócios. (Bruno, ficas-me a dever a publicidade extra! :biglaugh: )


Topo
   
MensagemEnviado: sábado dez 15, 2012 6:45 am 
Desligado
Reinado D.Afonso Henriques

Registado: segunda abr 04, 2005 11:31 am
Mensagens: 4334
Localização: Barcelos - Portugal
Mais uma com carimbo do açor, neste 5 reais de D. Sebastião, que havia sido desvalorizado para 1,5 reais em 1566 e que com este carimbo voltava a valer 5 reais:
:
ImagemImagem

_________________
José Matos


Topo
   
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 27 mensagens ]  Ir para a página Anterior 1 2 3

Hora UTC


Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Limited
Traduzido por: phpBB Portugal