A modernidade numismática em Francisco de Holanda

Moedas cunhadas desde D.Afonso I até D.Pedro P.Regente

Moderadores: palves, LMACHADO, numisiuris, crislaine, Jacinto Silva, Praça, Moderador de Honra

Responder
Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
EngTrig
Reinado D.Carlos
Mensagens: 139
Registado: sexta mar 29, 2013 12:11 pm
Localização: Lisboa, Portugal
Contacto:

A modernidade numismática em Francisco de Holanda

#1 Mensagem por EngTrig » terça ago 06, 2019 3:38 pm

Boa tarde aos foristas,

Acabo de publicar mais um estudo meu, apresentado no Seminário Internacional sobre Francisco de Holanda, realizado em Lisboa em final de 2018.A minha comunicação teve por título "A modernidade numismática em Francisco de Holanda: uma ciência esquecida, um ensinamento a preservar".O meu objectivo foi construir uma ponte entre as gravuras numismáticas desenhadas por António e Francisco de Holanda no século XVI e as actuais gravuras numismáticas das moedas comemorativas ultimamente emitidas pela Casa da Moeda.

Imagem

O texto integral está disponível no seguinte link da ACADEMIA EDU: https://www.academia.edu/40016083/TRIGU ... _preservar

Aqui deixo o resumo e a minha conclusão final.

Resumo
«Numa conhecida passagem da segunda parte do seu manuscrito apenso à Da Fábrica que Falece Há Cidade de Lisboa, Francisco de Holanda lembra a Dom Sebastião De quanto serve a Ciência do Desenho e Entendimento da Arte da Pintura, na República Cristã assim na Paz como na Guerra (1571), no particular da ciência do desenho das novas moedas do jovem monarca, onde ele teve uma intervenção importante no período de transição do reinado de Dom João III e durante a regência de Dona Catarina, referindo ainda terem sido desde então cometidos grandes erros (no desenho) de outras moedas de ouro, prata e de cobre.
O autor identifica todas as moedas desenhadas por António e Francisco de Holanda para correrem no continente do reino e na Índia; os estudos para novas moedas de Dom Sebastião desenhados na guarda de um livro que lhe pertenceu, os quais permitiram identificar mais quatro moedas luso-indianas portando desenhos de Francisco de Holanda.
Quatrocentos e cinquenta anos depois, passada a era dourada da numismática portuguesa contemporânea, alcançada que foi nos últimos anos do Escudo como unidade monetária nacional e durante a vigência da Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses (1986-2001), o autor revela alguns dos grandes erros que desde então têm sido cometidos no desenho das novas moedas de Euro da República Portuguesa. As recentes e desastradas encomendas feitas pela Casa da Moeda de desenhos para moedas comemorativas a artistas de renome na sua área de especialidade, outra que não a escultura de medalhas (Souto Moura, Siza Vieira, José de Guimarães, Charters de Almeida, João Cutileiro, Joana de Vasconcelos), traduziu-se numa deprimente galeria de aberrações numismáticas, feitas por artistas totalmente incompetentes na arte e na ciência do desenho de moedas da República Portuguesa como sinais de cultura.»

Cumprimentos,
António M Trigueiros



Avatar do Utilizador
silvio2
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3563
Registado: sexta jun 28, 2013 4:10 pm
Localização: Leiria (Distrito)

Re: A modernidade numismática em Francisco de Holanda

#2 Mensagem por silvio2 » terça ago 06, 2019 7:34 pm

Mais um excelente trabalho, sem dúvida alguma! :D :clap3:
Obrigado, caro Engº A. Trigueiros, pela disponibilidade e partilha. :thumbupleft:
Cumprimentos,
Sílvio Silva

MCarvalho
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 8165
Registado: sexta nov 05, 2004 9:55 pm

Re: A modernidade numismática em Francisco de Holanda

#3 Mensagem por MCarvalho » terça ago 06, 2019 9:09 pm

Muito bom e sobretudo muito pertinente.
MCarvalho

Responder

Voltar para “Monarquia Portuguesa - Cunhagem Manual”