Libras Portuguesas?

Moedas cunhadas desde D.Pedro P.Regente até D.Manuel II

Moderadores: RuiAMF, Moderador de Honra

Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
Laulo
Reinado D.Sancho II
Mensagens: 1927
Registado: sexta nov 05, 2004 10:49 pm
Localização: Caldas da Rainha

#11 Mensagem por Laulo » quarta nov 24, 2004 12:39 pm

No post que coloquei indiquei um livro com o respectivo autor , só que, as obras desse autor estão (!) esgotadas, mas do mesmo autor Luis Pinto Garcia, a Numisma talvez o consiga arranjar, será muito difícil por ser de 1938.

Lêr o nome no post acima.


Laulo



Avatar do Utilizador
Laulo
Reinado D.Sancho II
Mensagens: 1927
Registado: sexta nov 05, 2004 10:49 pm
Localização: Caldas da Rainha

#12 Mensagem por Laulo » quarta nov 24, 2004 2:53 pm

Em vez de colocarem aqui repartidos os textos que se referem às moedas de ouro que circularam desde D. Afonso Henriques, queiram ler e interpretar o que se diz sobre elas.

Até seria bom, alguém fazer um trabalho de selecção , por reinado e tipo de moeda de ouro (estrangeira) que circulou em Portugal .Isto poderá ser o princípio para posteriormente com os elementos que se forem recolhendo se poder organizar alguma coisa mais séria.


http://moedamania.no.sapo.pt/afonso_republica.htm

Laulo

Avatar do Utilizador
Laulo
Reinado D.Sancho II
Mensagens: 1927
Registado: sexta nov 05, 2004 10:49 pm
Localização: Caldas da Rainha

#13 Mensagem por Laulo » quarta nov 24, 2004 3:49 pm

Trata-se de um trabalho em construção, é pena estar até D. Sebastião, mas é dos melhores trabalhos que tenho lido sobre a numismática Portuguesa.

Se estivesse em inglês era um bom trabalho par o sr. jornalista americano, ele que o mande traduzir.


Colhi outros elementos relacionados com as moedas de outro estrangeiras no nosso país.


Foi D. Sancho I (1185-1211) o primeiro monarca a cunhar os primeiros morabitinos (Anexo 1) portugueses, decerto nacionalizando, com este emprego, uma grande parte do ouro muçulmano. A cunhagem destes morabitinos cessou no tempo de D. Afonso III (1245-1279) que adopta o sistema de contagem francês, ou seja, os sistema da libra.



*******************************



a retirada de circulação das antigas moedas de ouro e prata. Porém, essa operação nunca chegou a ser realizada com os resultados que se esperavam. A situação que se veio a viver até 1891-92 foi caracterizada pela circulação de várias espécies entre moedas novas e antigas portuguesas, libras inglesas e em alguns períodos os dobrões espanhóis, algumas peças de 5 francos e mesmo algumas piastras americanas e espanholas.


*******************************

Dados os movimentos de importação e exportação de ouro em barra e em moeda, poderemos dizer que até 1891 e salvo um ou outro ano, sempre a importação suplantou a exportação, pelo que será de admitir que até aquela data o contributo para o total da circulação da moeda metálica de ouro e prata não terá diminuído, facto que, em parte, poderá explicar algumas das dificuldades da escassa situação fiduciária.

A partir de 1891-92 a elevação do ágio do ouro, a inversão da relação exportações-importações de ouro, quer em barra quer em moeda e a inconvertibilidade das notas do Banco de Portugal, agora fonte única de emissão, terão contribuído para um rápido entesouramento daquelas espécies, ficando a circulação monetária restrita às moedas

MCarvalho
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 8324
Registado: sexta nov 05, 2004 9:55 pm

#14 Mensagem por MCarvalho » quarta nov 24, 2004 6:32 pm

O texto não está correcto em alguns pontos.

O sistema de contagem peninsular, mesmo anterior a Afonso Henriques era já o sistema carolíngio (francês, portanto).

A adopção da libra em deterimento do marco não mudou o sistema monetário, foi apenas uma medida para actualizar o valor real das moedas, daí os soldos passarem a contar 9 dinheiros ao invés dos 12 anteriores.

Devo acrescentar que essa lei que inflacionou os dinheiros é de 1260, o texto diz-nos que é do final do reinado de D. Sancho II, ora D. Sancho II morreu em 1248, como tal seria impossível a lei ser do seu reinado.

O mal da numismática em Portugal é precisamente este. Escreve-se pouco e repetem-se erros. Este artigo da Visão, que o Laulo citou, inflencia os coleccionadores, pois à partida deveria ser um texto com qualidade e rigor e as pessoas naturalmente levá-lo-iam a sério.

É por isso, que devemos fiarmo-nos mais pelos livros antigos que o Laulo nos tem gentilmente mostrado, esses sim são de confiança.

E agora vou ver a segunda parte do jogo ;)

Avatar do Utilizador
Laulo
Reinado D.Sancho II
Mensagens: 1927
Registado: sexta nov 05, 2004 10:49 pm
Localização: Caldas da Rainha

#15 Mensagem por Laulo » sábado nov 27, 2004 11:45 pm

A LIBRA PORTUGUESA
*******************



http://www.scamargo.adv.br/scripts/foru ... ep%FAblica

MCarvalho
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 8324
Registado: sexta nov 05, 2004 9:55 pm

#16 Mensagem por MCarvalho » domingo nov 28, 2004 3:19 pm

Coube a d. Afonso III (1248-1279) a instituição da libra, em Portugal, como unidade monetária, conforme o disposto no Regimento de 26 de dezembro de 1253 que rezava o seguinte: “Marcha argenti valeat duodecini libras monete portugalensis.”
Letácio Jansen

:)

Responder

Voltar para “Monarquia Portuguesa - Cunhagem Mecânica”