Achei no meu quintal

Moedas cunhadas desde D.Pedro P.Regente até D.Manuel II

Moderadores: RuiAMF, Moderador de Honra

Mensagem
Autor
Rui Barbosa
Reinado D.Pedro II
Mensagens: 611
Registado: terça dez 07, 2004 11:15 am
Localização: Oeiras

Achei no meu quintal

#1 Mensagem por Rui Barbosa » segunda dez 13, 2004 5:58 pm

Imagem



miguelkosta
Reinado D.João I
Mensagens: 1338
Registado: sexta nov 05, 2004 10:23 pm
Localização: Gondomar-Porto
Contacto:

#2 Mensagem por miguelkosta » segunda dez 13, 2004 6:47 pm

O seu quintal dá para a feira das moedas?
MoedaMania

Miguel Costa

Avatar do Utilizador
antoniomen
Reinado D.Luís
Mensagens: 163
Registado: sexta nov 05, 2004 11:53 pm
Localização: Almada/Seixal

#3 Mensagem por antoniomen » segunda dez 13, 2004 7:04 pm

Bolas, mas por que é que eu não tenho um quintal assim??? Será que houve ai em tempos uma arvore de Patacas???
António Mendonça

SKYPE http://www.skype.com/intl/pt-pt/ User: antoniomendonca - Portugal

Koolman
Reinado D.Manuel II
Mensagens: 68
Registado: domingo nov 07, 2004 6:08 pm
Localização: Maia, Porto, Portugal

#4 Mensagem por Koolman » segunda dez 13, 2004 10:24 pm

Jasus, o seu quintal é alguma casa da moeda ou coisa do género?

Conheço muita gente que cultiva produtos alimentares e retira-os do seu quintal.

Você é o primeiro que vejo dizer, "esta veio do meu quintal, esta também"...


Também quero um jardim desses! :bunnymoon:

Ao que parece você dá um chuto num pedaço de terra, e de repente olha outra... achei mais uma... isso e que é sorte!
Assim bem que vale a pena investir num detector de metais!

Cumprimentos
Hugo Santos

MCarvalho
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 8325
Registado: sexta nov 05, 2004 9:55 pm

#5 Mensagem por MCarvalho » segunda dez 13, 2004 10:37 pm

Eu não sei se valia mais comprar o quintal do que o detector :)

Rui Barbosa
Reinado D.Pedro II
Mensagens: 611
Registado: terça dez 07, 2004 11:15 am
Localização: Oeiras

Pois é...que rico quintalinho

#6 Mensagem por Rui Barbosa » segunda dez 13, 2004 11:41 pm

Mas há uma razão para isto acontecer...

Não só a casa onde moro está construída sobre um terreno que já teve inumeros donos, e já é muito antigo, como a localidade onde moro é uma das mais antigas da europa. Aliás, devo dizer que Leceia, é o primeiro povoado sedentário da P. Ibérica (segundo o arqueólogo que tem desenvolvido trabalhos no Castro de Leceia)

Pareço o José Hermano Saraiva....

Koolman
Reinado D.Manuel II
Mensagens: 68
Registado: domingo nov 07, 2004 6:08 pm
Localização: Maia, Porto, Portugal

#7 Mensagem por Koolman » segunda dez 13, 2004 11:59 pm

Acho que o meu proximo investimento vai ser um terreno em Leceia... :D
Hugo Santos

Avatar do Utilizador
antoniomen
Reinado D.Luís
Mensagens: 163
Registado: sexta nov 05, 2004 11:53 pm
Localização: Almada/Seixal

ESTAMOS A FALAR DESTA LECEIA?

#8 Mensagem por antoniomen » terça dez 14, 2004 12:00 am

O Castro de Leceia, em Barcarena, é uma das estações arqueológicas mais importantes do país.

Os primeiros trabalhos relativos a este povoado fortificado foram realizados por Carlos Ribeiro, no séulo XIX. As escavações da estação da arqueológica de Leceia puseram a descoberto estruturas habitacionais e defensivas de um antigo povoado calcolítico pré-campaniforme.

Destacam-se vários níveis de ocupação:
- Fase I: Neolítico Final;
- Fase II: Calcolítico Inicial;
- Fase III: Calcolítico Pleno;
- Fase IV: Calcolítico Final.

O estabelecimento de um povoado em Leceia, logo no Neolítico Final, e a subsequente construção a partir do Calcolítico Inicial, indicam já o apreciável desenvolvimento de uma economia agro-pastoril.

Todos os anos, em Agosto, são efectuadas escavações nesta estação arqueológica.



EXPOSIÇÃO DO POVOADO PRÉ-HISTÓRICO DE LECEIA

Fábrica da Pólvora de Barcarena

Leceia é hoje uma das mais importantes estações arqueológicas do país. Nela estão representados os mais diversos períodos, desde o Neolítico Final da Estremadura, até ao Calcolítico Final.

Através da grande maqueta que aqui se encontra, dos objectos expostos e dos textos explicativos é possível acompanhar o quotidiano deste povoado, conhecer as suas actividades económicas e as suas trocas comerciais, apreciar os artefactos de pedra lascada ou polida e os materiais em osso ou cerâmica, ou descobrir o culto da fertilidade, os amuletos e os adornos, as casas e os vários materiais de construção.


Esta exposição acompanha também a ascensão e queda do povoado de Leceia. É esta a história de mais de mil anos que esta exposição tenta contar, numa sala agradável, melhorada pelo magnifico cenário dos Jardins da Fábrica da Pólvora.



Horário:
De Segunda-feira a Sexta-feira das 14H00 às 17H00
Encerra aos Sábados e Domingos

Entradas:
Entrada gratuita

Acessos:
Autocarros Lisboa Transportes(LT)
Nº 117 Caxias – Queluz / Massamá
Nº 106 – Amadora (Bairro do Bosque) / Benfica (Grão Vasco) – Carcavelos

Possui estacionamento.
[/b]
António Mendonça

SKYPE http://www.skype.com/intl/pt-pt/ User: antoniomendonca - Portugal

Avatar do Utilizador
Pina
Reinado D.Maria II
Mensagens: 263
Registado: domingo nov 07, 2004 5:34 pm
Localização: Entroncamento

#9 Mensagem por Pina » terça dez 14, 2004 8:02 pm

BOA!!!!! tenho um tio em queluz de baixo...mas tem uma oficina em leceia, que tem um um bocado de terra a traz...!!!!!!!!!... o pior é que ele também faz colecção de moedas....

Acho que vou pra lá nas férias!!!!
:santa:
Tiago Pina

Rui Barbosa
Reinado D.Pedro II
Mensagens: 611
Registado: terça dez 07, 2004 11:15 am
Localização: Oeiras

oficina em leceia

#10 Mensagem por Rui Barbosa » terça dez 14, 2004 8:43 pm

ó tiago...

então o teu tio ou é o pedro ou é o alberto

Responder

Voltar para “Monarquia Portuguesa - Cunhagem Mecânica”