O Peso nas moedas de Mil escudos.

Desde a primeira moeda da República até às últimas em 2001

Moderador: smertola

Avatar do Utilizador
Jorge Silva
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 9034
Registado: terça mai 09, 2006 5:57 pm
Localização: Moita

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor Jorge Silva » quarta fev 10, 2016 4:09 pm

Mais uma vez e não me canso de o dizer, temos um bom livro de numismática, o Alberto Gomes, até aparecer um melhor, para mim este é o melhor.
Não vamos inventar nada, basta colocar os pontos nos iiiiiiii.
Cumprimentos

Jorge Silva

" A medalha deve ser acarinhada como uma arte nobre da escultura ".

https://betaleiloes.net/os_meus_leiloes.php

Avatar do Utilizador
carlos47
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4489
Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Localização: olhão
Contacto:

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor carlos47 » quarta fev 10, 2016 5:37 pm

já agora alguém conhece algum catalogo que confirme os pesos que foram apresentados no inicio ?e que estão correctos ,excepto as décimas creio ( a verificar)
há pesos para todos os gostos ,aqui outro curioso e já antigo http://numisrepublica.blogs.sapo.pt/
todos os catalogos que conheço possuem erros,mesmo "a grande historia do escudo português"
isso quererá dizer que não confirmaram o que editavam?mesmo que não seja coisas graves é no mínimo... enfim não devia acontecer

soga80
Reinado D.Afonso III
Mensagens: 1753
Registado: sábado dez 20, 2014 6:31 pm
Localização: Leiria

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor soga80 » quarta fev 10, 2016 7:45 pm

Tb me parecia... Mas eles não querem saber vão vendendo todos os anos....

Avatar do Utilizador
EngTrig
Reinado D.Manuel II
Mensagens: 90
Registado: sexta mar 29, 2013 12:11 pm
Localização: Lisboa, Portugal
Contacto:

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor EngTrig » quinta fev 11, 2016 11:59 am

Bom dia,

Talvez eu possa contribuir para um esclarecimento deste tópico, uma vez que fui a principal testemunha do que aconteceu.

Em primeiro lugar, as moedas de 1000 escudos de prata 500 e módulo 40 mm, com o peso de 27 g, apareceram em 1992, integradas no projecto liderado pela FNMT/RCM de Espanha, do V centenário da chegada de Colombo às Américas, conhecido por "Encontro de Dois Mundos" ou Série Ibero-Americana. O teor de prata das moedas circulantes portuguesas (500 milésimas) foi por mim seleccionado e testado, para permitir ter exactamente esse valor facial, caso contrário, com prata 925 milésimas seria de 2000 escudos
Tudo isso está explicado no meu livro sobre a História do Escudo, pp. 325 a 335 e especialmente a nota 271.

Todas as moedas portuguesas das séries Ibero-Americanas que se seguiram, deviam manter as mesmas características, que são as características da moeda espanhola de 8 reales, ou peso duro. O que de facto aconteceu, até que recentemente e a pedido da própria INCM, a Casa da Moeda de Madrid viu-se obrigada a reduzir o tamanho das moedas desta série, facto que eles não deixam nunca de lamentar.

Em simultâneo, nesse ano de 1992, o Banco de Portugal pediu à INCM que estudasse uma nova moeda corrente de 500 escudos, para substituir a nota do mesmo valor. Esse estudo fui eu que o fiz, com muito gosto, e do qual resultou uma proposta para moeda de prata de toque 500, com 30 mm e 14 g de peso. Isto porque, desse estudo resultou estarem esgotadas as possibilidades de fazer essa moeda em ligas tradicionais monometálicas, bimetálicas ou trimetálicas. A minha proposta foi aprovada pelo Governo. Pouco tempo depois, o BdP deu uma das suas acostumadas cambalhotas e deu o dito por não dito (ou melhor, disse que a nota de 500 ainda lhes dava um bom lucro e que por isso não iam abandoná-la). Daqui resultou a ideia de aproveitar a nova moeda estudada de 500 escudos, para iniciar uma nova série de emissões comemorativas, paralela com a de 1000 escudos, exactamente com as características estudadas: 14 grama e 30 mm, de prata 500.

Nesse mesmo ano de 1992 ficou fechado o programa numismático para 1994, que contemplava uma moeda de 1000 escudos alusiva ao V Centenário do Tratado de Tordesilhas, numa emissão conjunta com Cabo Verde e com o Brasil (este último roeu a corda à última hora). Levantou-se então a questão, muito concreta e numismática: duas moedas de 500 escudos de 14 g têm que ser iguais a uma moeda de 1000 escudos de 28 gramas. Nasceu assim, nesse ano de 1994, a série dos 1000 escudos "portugueses" com 28 g de peso, a par da outra série de 1000 escudos "espanhóis" de 27 g (os nossos irmãos castelhanos não aceitaram o aumento de peso então proposto para as moedas Ibero-Americanas).

Tudo continuou nos conformes até 1997. A partir desse ano, a responsabilidade total das emissões monetárias comemorativas portuguesas, planeamento a muito longo prazo (em 1986 fiz o planeamento global até 2000, que foi cumprido à risca, salvo excepções lá metidas "por cunhas"), escolha de escultores, debate de ideias com os escultores, estudo apurado da história por detrás das moedas a cunhar, crítica demorada e rigorosa dos desenhos, aprovação final dos gessos, redacção dos diplomas legais (foram todos feitos por mim), controlo da qualidade da amoedação, estudo das embalagens e fixação das condições gerais de venda, deixou de ser minha, pelo que nada posso dizer sobre as decisões tomadas pelos que depois de mim vieram.

Espero ter esclarecido os intervenientes.
Cumprimentos,
A Trigueiros

PS - Os pesos são sempre os legais, que têm, como é sabido e vem publicado nos respectivos diplomas, variações para mais e para menos definidas em percentagem. Os catálogos devem indicar sempre os pesos legais.

soga80
Reinado D.Afonso III
Mensagens: 1753
Registado: sábado dez 20, 2014 6:31 pm
Localização: Leiria

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor soga80 » quinta fev 11, 2016 12:20 pm

Muito obrigado pelas informações.
Cumprimentos

Avatar do Utilizador
carlos47
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4489
Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Localização: olhão
Contacto:

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor carlos47 » quinta fev 11, 2016 12:43 pm

muito obrigado pelos esclarecimentos

só não entendi a razão pela qual a partir de 1997 passaram a ter 27g como as da serie ibero-americana
no seu livro indica o lobo e a do euro com 28g

Avatar do Utilizador
EngTrig
Reinado D.Manuel II
Mensagens: 90
Registado: sexta mar 29, 2013 12:11 pm
Localização: Lisboa, Portugal
Contacto:

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor EngTrig » quinta fev 11, 2016 1:40 pm

Obrigado pela observação, que fui confirmar e lamento ter que dizer que o peso de 28 g na moeda O Lobo (Série Ibero-Americana, o decreto foi publicado na revista Moeda n.º 4 de 1994) é uma gralha, erro meu, de que peço desculpa. Também no Euro 2004 parece ser outra gralha no peso.
Cumprimentos,
A Trigueiros

soga80
Reinado D.Afonso III
Mensagens: 1753
Registado: sábado dez 20, 2014 6:31 pm
Localização: Leiria

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor soga80 » quinta fev 11, 2016 1:56 pm

Obrigado

Avatar do Utilizador
carlos47
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4489
Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Localização: olhão
Contacto:

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor carlos47 » quinta fev 11, 2016 3:01 pm

os erros acontecem... mas o que eu questionava era a razão de a partir de 1997 se ter adoptado as 27g quando o usual era 28g (excepto as ibero-americanas 27g)

Avatar do Utilizador
EngTrig
Reinado D.Manuel II
Mensagens: 90
Registado: sexta mar 29, 2013 12:11 pm
Localização: Lisboa, Portugal
Contacto:

Re: O Peso nas moedas de Mil escudos.

Mensagempor EngTrig » quinta fev 11, 2016 7:33 pm

Nesse caso não foi erro meu... os que me seguiram mandaram a Numismática às ortigas, porquê fazer duas moedas com pesos diferentes? Não devem ter pensado duas vezes e submeteram a moeda portuguesa à versão espanhola.
A Trigueiros


Voltar para “República Portuguesa”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante