1 escudo 1939 Escassa?

Desde a primeira moeda da República até às últimas em 2001

Moderadores: smertola, Moderador de Honra

tcosta11
Reinado D.Afonso III
Mensagens: 1671
Registado: quarta fev 13, 2013 3:49 pm

1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor tcosta11 » sexta jan 12, 2018 3:43 pm

Boa tarde,
Estes últimos anos têm alterado um pouco a minha opinião acerca da vulgaridade de certas moedas da República, e mais concretamente em estados superiores. Deixo aqui um moeda de 1 escudo de 1939, na minha opinião soberba. Em primeiro lugar gostaria de ter a vossa opinião acerca do EC mas mais importante do que isso gostava de deixar claro aqui se existem ou não moedas escassas da República, em estados superiores e claro. Sim, sem dúvida 20 centavos de 1922, 50 centavos de 1925, 1 escudo de 1935, mas haverá mais? Com a crise fiquei com a ideia de que moedas "escassas" em estados superiores é o que não falta. Aperta-se o cinto e começam a sair das tocas... Quantas mais "escassas" andam governadas. Deste modo sou levado a concluir que o termo "escasso" se aplica apenas à disponibilidade mercantil, muitas vezes confundida com "escassez" em termos quantitativos. Pode ainda iniciar-se outra discussão, desta vez acerca da reação do mercado a este "boom". Os preços desceram, isso é claro. Mas qual será a tendência a esperar nos próximos anos?
Aguardo as vossas opiniões não só acerca da moeda apresentada mas também acerca da conversa despoletada.
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.

jdickson
Reinado D.Sancho I
Mensagens: 2840
Registado: domingo dez 12, 2010 10:27 pm

Re: 1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor jdickson » sexta jan 12, 2018 4:31 pm

Sim, está soberba e muito bonita.
O termo "escassa" acho que se continua a aplicar bem a esta moeda e outras deste "quilate", que durante tantos anos pareciam "raras" neste EC.
Concordo que a crise fez sair muitas da longa hibernação a que estiveram sujeitas e isso fez inevitavelmente descer os preços.
Mas a crise acabou e a recuperação já se faz sentir desde há, pelo menos, 2 anos (é olhar para o mercado de habitação, por exemplo). E os preços não subiram...
O que penso que está a acontecer é a ausência de compradores suficientes para puxar novamente os preços para cima e estou-me a referir concretamente às moedas da República. Porque no que diz respeito à monarquia, tenho assistido a uma significativa subida de preços, em particular de exemplares em ECs superiores, nos últimos anos. A diferença tem a ver com a procura, não haja dúvida.

Carlos1234
Senhor Escudo da I República
Mensagens: 41
Registado: quarta nov 01, 2017 5:24 pm

Re: 1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor Carlos1234 » sexta jan 12, 2018 5:30 pm

A data é escassa e soberba grande moeda :thumbupleft:

Carlos

Avatar do Utilizador
numisiuris
Reinado D.João I
Mensagens: 1334
Registado: sexta abr 11, 2014 7:07 am

Re: 1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor numisiuris » sexta jan 12, 2018 5:48 pm

Acho que é mesmo isso, depende das pessoas que chegarem às moedas. Do quanto elas se divulgarem. Da procura. O imobilizado das colecções conta muito. Mas uma coisa me parece certa, há determinadas moedas que é só ter dinheiro para as pagar. E essas nunca são escassas. Podem é estar escondidas. Aquelas que, mesmo com dinheiro, não se vêm, essas sim, são raras. A questão do açambarcamento é importante. E quando se soltam no mercado, depois fica tudo fora de controlo e o preço dificilmente retoma. Porque depois vão girando de mãos até que se açambarquem novamente. Acredito que na República se assumiram muitas perdas. Na monarquia o que está em bom estado tem valor mais seguro. Moedas soberbas da cunhagem mecânica, penso que dificilmente desvalorizarão. As moedas raras da republica, penso eu, serão o centavo de 22, a coroa de 25 e o marcelinho de 70. Depois existirão moedas raras em certos estados. Essa está muito bonita. Mas julgo que não seja rara. Escassa sim. Porque não se encontra às três pancadas, embora existam talvez muito mais no comércio do que em colecções.

Avatar do Utilizador
silvio2
Reinado D.Afonso V
Mensagens: 1241
Registado: sexta jun 28, 2013 4:10 pm
Localização: Leiria (Distrito)

Re: 1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor silvio2 » sexta jan 12, 2018 5:51 pm

Moeda espectacular, num invejável EC, para esta data. :dance:
Soberba, sem qualquer dúvida! :clap3:
Parabéns. :thumbupleft:
Cumprimentos,
Sílvio Silva

soga80
Reinado D.Sancho I
Mensagens: 2612
Registado: sábado dez 20, 2014 6:31 pm
Localização: Leiria

Re: 1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor soga80 » sexta jan 12, 2018 5:51 pm

Bela moeda sim senhor...

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10995
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Re: 1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor tm1950 » sexta jan 12, 2018 6:17 pm

Soberba, sem dúvida.
No geral, concordo com as opiniões anteriores.
Nas alpacas, e no estado de soberba, teremos o Escudo de 1935 como muito rara; o Escudo de 1930 e 1931 como raras; o Escudo de 1939 e 1944 como escassas. As restantes datas do Escudo aparecem com maior ou menor facilidade. As moedas de 50 centavos vão aparecendo, sendo as menos vistas as de 1938 e 1935.
Das restantes moedas, e em qualquer estado, considero o Centavo 1922 como raríssima e as moedas de 50 centavos 1925 e de 10 centavos 1970 como muito raras, embora estas duas últimas possam aparecer mais do que o Escudo 1935. A moeda de 20 centavos 1922 entraria nas raras, embora menos rara do que os Escudos de 1930 2 1931.
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

Avatar do Utilizador
Mmatos
Reinado D.João IV
Mensagens: 707
Registado: segunda nov 08, 2004 4:35 pm
Localização: Lisboa/Caxias
Contacto:

Re: 1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor Mmatos » sexta jan 12, 2018 8:57 pm

tcosta11 Escreveu:... Os preços desceram, isso é claro.
Aguardo as vossas opiniões ... acerca da conversa despoletada.


Já analisei esta questão e penso que a descida dos preços de muitas moedas, que há uns anos eram consideradas escassas ou raras, se deve principalmente a um único factor: o aparecimento e rápido crescimento da Internet com o consequente aumento exponencial do acesso à informação pela generalidade dos coleccionadores. Vejamos um exemplo simples: antes da Net, pouquíssimas pessoas teriam noção real dos exemplares difíceis de aparecer e tinham de confiar nos catálogos/precários e nas indicações que eles davam, sabendo-se hoje que muitos daqueles preços eram "fabricados" para benefício de alguns comerciantes. Hoje em dia basta estar atento aos leilões ou vendas online para se constatar que moedas ditas escassas ou raras aparecem às dúzias e só é necessário ter algum dinheiro para as adquirir - veja-se o caso dos 10 escudos de 1942 que há uns anos atrás eram vendidos a 800 ou 900 euros e hoje adquirem-se a 300 ou 400, sendo moeda que existe sempre à venda e que de escassa só terá a fama. O conhecimento sobre a raridade (ou falsa raridade) das moedas era exclusivo de um número muito restrito de pessoas, nomeadamente de comerciantes, a quem essa exclusividade servia para controlarem os preços. O acesso de toda e qualquer pessoa a uma ferramenta universal como a Internet, onde pode vender, comprar ou divulgar informação sobre os exemplares que possui ou está interessado em adquirir, veio tornar muito mais transparente o mercado do coleccionismo numismático, já que aquele conhecimento que era exclusivo de uns poucos está agora acessível a toda a gente.

Avatar do Utilizador
Santiagorm
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 203
Registado: quarta fev 29, 2012 7:49 pm
Localização: Almada

Re: 1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor Santiagorm » sexta jan 12, 2018 9:27 pm

Mmatos Escreveu:
tcosta11 Escreveu:... Os preços desceram, isso é claro.
Aguardo as vossas opiniões ... acerca da conversa despoletada.


Já analisei esta questão e penso que a descida dos preços de muitas moedas, que há uns anos eram consideradas escassas ou raras, se deve principalmente a um único factor: o aparecimento e rápido crescimento da Internet com o consequente aumento exponencial do acesso à informação pela generalidade dos coleccionadores. Vejamos um exemplo simples: antes da Net, pouquíssimas pessoas teriam noção real dos exemplares difíceis de aparecer e tinham de confiar nos catálogos/precários e nas indicações que eles davam, sabendo-se hoje que muitos daqueles preços eram "fabricados" para benefício de alguns comerciantes. Hoje em dia basta estar atento aos leilões ou vendas online para se constatar que moedas ditas escassas ou raras aparecem às dúzias e só é necessário ter algum dinheiro para as adquirir - veja-se o caso dos 10 escudos de 1942 que há uns anos atrás eram vendidos a 800 ou 900 euros e hoje adquirem-se a 300 ou 400, sendo moeda que existe sempre à venda e que de escassa só terá a fama. O conhecimento sobre a raridade (ou falsa raridade) das moedas era exclusivo de um número muito restrito de pessoas, nomeadamente de comerciantes, a quem essa exclusividade servia para controlarem os preços. O acesso de toda e qualquer pessoa a uma ferramenta universal como a Internet, onde pode vender, comprar ou divulgar informação sobre os exemplares que possui ou está interessado em adquirir, veio tornar muito mais transparente o mercado do coleccionismo numismático, já que aquele conhecimento que era exclusivo de uns poucos está agora acessível a toda a gente.

A divulgação de informação pela Net, por si só não torna essa informação real e credível, tal como os comerciantes que inflacionavam moedas através dos catálogos no passado, também hoje em dia é colocada muita informação/lixo na Net para mover/influenciar opiniões.
- Os sites de leilões dão-nos preços, ou tendências de preços confiáveis???
-Não sei!...se calhar em muitos duvido. Quantos comerciantes não tem perfis "falsos" para inflacionar os suas próprias vendas e vender pelo preço que querem. Colocam preços baixos para chamar os "patos", e depois manipulam o leilão a seu belo prazer.
- Quantas moedas não fazem rondas e rondas por vários sites de vendas/leilões, até serem vendidas pelo preço pretendido.
- Que informação podemos tirar daqui??????....se estivermos menos atentos, vemos uma mesma moeda de escudo de 1944(exemplo) em bom estado passar por vários sites, e eis que tiramos a conclusão de que é uma chapa que se encontra aos pontapés!!!!!!....será mesmo?
-Existem indivíduos cuja forma de estar é manipular opiniões(em seu proveito, ou não), e informação! e a área da numismática não é excepção.

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10995
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Re: 1 escudo 1939 Escassa?

Mensagempor tm1950 » sexta jan 12, 2018 9:59 pm

Como em tudo na vida, é fundamental em qualquer actividade a existência do conhecimento, do saber.
Globalmente, os preços sobem e descem consoante a procura. Pontualmente, podem variar por mais alguns motivos: um impulso do comprador, uma imagem mais apelativa, algum pedigree da peça, licitações amigas, etc, etc.
A internet possibilitou mais informação que pode ser traduzida em conhecimento. As imagens que apareceram, os leilões a que tivemos acesso, a literatura que foi consultada e, enfim, toda a informação que tem sido partilhada graças à net.
No entanto, com esta informação toda, em vésperas de uma grande crise financeira e económica, assistimos a um leilão (completamente louco) em Fevereiro de 2008, na Numisma, com os valores atingidos pelas moedas da República a ultrapassar os limites do razoável. Mesmo considerando tratar-se do melhor lote de moedas a que apenas faltou o Centavo de 1922.
Neste tipo de bens o seu valor é determinado pela lei da oferta e da procura, em cada momento, num intervalo de valores mais ou menos alargado.
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões


Voltar para “República Portuguesa”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Google Adsense [Bot] e 3 visitantes