4 centavos de 1917

Desde a primeira moeda da República até às últimas em 2001

Moderadores: smertola, Moderador de Honra

DanielPinheiro
Reinado D.António
Mensagens: 904
Registado: quinta nov 11, 2004 7:40 pm
Localização: Vila do Conde/Elvas & Badajoz
Contacto:

Mensagempor DanielPinheiro » quarta abr 05, 2006 4:45 am

4 Centavos creio que é igual a 40 Reis = 1 Pataco ......... sobre o resto não percebo muito bem o sentido da frase ........... engraçado isto porque no meu subconsciente nunca assimilei um vulgar "pataco(s)" com moedas de 40 reis mas afinal sempre são ........ temos sempre na ideia que "patacos" são moedas velhas ..........

Avatar do Utilizador
Luxor
Mensagens: 1085
Registado: segunda nov 08, 2004 11:20 am
Localização: World of magnets and miracles

Mensagempor Luxor » quarta abr 05, 2006 9:41 am

Esta moeda mostra um bocado a "decadência" dos primeiros anos da Republica


Pelo oposto. Esta moeda mostra a tentativa de ostentacão da Republica, já que subsitui os enormes e pesados patacos feitos de um material "pobre", por uma moeda mais leve e elaborada pretendendo se assemelhar á prata.

O sistema monetário da primeira Republica era assim constituido por moedas de

1$00 (equivalente aos 1000 reis em tamanho e toque da prata)
$50 ( " aos 500 reis ")
$20 ( " aos 200 reis ")
$10 ( " aos 100 reis ")

a que se juntavam os

$04, com aspecto de metal nobre e com um valor que recuperava os patacos, após estes terem deixado de ser emitidos no reinado de D. Maria II (com o inicio do sistema decimal).

As moedas de 5, 10 e 20 reis não tiveram equivalencia inicial (não sei se estavam previstos na Lei), pelo que tivemos que esperar mais uns anitos ate termos as moedas de $01, $02 e $05, estas já reflectindo as dificuldades (inflacão) em emitir dinheiro com caracteristicas identicas as das moedas da monarquia.

:biggthumpup:
Posteriormente este sistema
João Fernandes

DanielPinheiro
Reinado D.António
Mensagens: 904
Registado: quinta nov 11, 2004 7:40 pm
Localização: Vila do Conde/Elvas & Badajoz
Contacto:

Mensagempor DanielPinheiro » quarta abr 05, 2006 3:11 pm

Eu refiro-me em termos meramente economicos; o Escudo de 1910 mesmo sendo uma moeda comemorativa era completamente desfazada da realidade Portuguesa e mesmo na Europa moedas semelhantes tinham valores "faciais" muito superiores (os estados alemães por exemplo) . Foi um orgulho que não pode ser sustentado por muito tempo tendo em conta os famosos bronzes que dai para a frente foram cunhados !

:biggthumpup:

MCarvalho
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 7593
Registado: sexta nov 05, 2004 9:55 pm

Mensagempor MCarvalho » quarta abr 05, 2006 3:59 pm

Inicialmente, a Lei de 23 de Maio de 1911 previa a emissão em níquel dos 1/2 centavo (5 réis), 1 centavo (10 réis) e os 2 centavos (20 réis).

Mas como sabemos essas emissões nunca foram efectuadas.

Quanto aos 4 centavos, as pessoas mais antigas ainda lhe chamavam pataquinhos ou patacos.

Tal como há 20 anos também chamavamos dois e quinhentos às moedas de 2$50, ou 1 conto de réis aos 1000 escudos, ou 10 tostões ao escudo. São coisas que ficam na memória colectiva durante muito tempo.
MCarvalho

DanielPinheiro
Reinado D.António
Mensagens: 904
Registado: quinta nov 11, 2004 7:40 pm
Localização: Vila do Conde/Elvas & Badajoz
Contacto:

Mensagempor DanielPinheiro » quarta abr 05, 2006 4:07 pm

Eu lembro-me do pessoal masi velho utilizar a expressão 10 "marreis" ........ 10.000 reis = 10 escudos . Peça D. Maria II em Ouro = 0,037 centimos euro (vistos á centesima) :biggthumpup:

Dá que pensar nesta inflação em 150 anos

Avatar do Utilizador
NunoMarques
Reinado D.Sebastião
Mensagens: 1018
Registado: domingo jan 01, 2006 11:51 pm
Localização: Odivelas, Portugal
Contacto:

Mensagempor NunoMarques » quarta abr 05, 2006 4:52 pm

ou 1 conto de réis aos 1000 escudos

Ainda hoje se faz essa associação em relação aos 5 euros.

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 14904
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Mensagempor doliveirarod » quarta abr 05, 2006 10:08 pm

Foi um orgulho que não pode ser sustentado por muito tempo tendo em conta os famosos bronzes que dai para a frente foram cunhados !



Pelo menos deu uma bela peça a mais na colecção! A minha mesmo é uma que gosto demais, uma das mais belas do período!

Realmente, depois vieram aquelas moeditas de latão. Já li que as pratas daquele período acabaram na mão dos ingleses, recolhidas pelo valor do metal, para pagar dívidas. O q será q aconteceu com elas? Será q foram derretidas por lá ou ainda andarão em algum subterrâneo do BC Inglês?
:)
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

Avatar do Utilizador
Luxor
Mensagens: 1085
Registado: segunda nov 08, 2004 11:20 am
Localização: World of magnets and miracles

Mensagempor Luxor » quinta abr 06, 2006 10:05 am

Realmente, depois vieram aquelas moeditas de latão. Já li que as pratas daquele período acabaram na mão dos ingleses, recolhidas pelo valor do metal, para pagar dívidas. O q será q aconteceu com elas? Será q foram derretidas por lá ou ainda andarão em algum subterrâneo do BC Inglês?


As pratas do periodo encontram-se com fartura em qualquer feira, são os escudos de 1914 (comemorativa do 5 de Outubro de 1910), 1915 e 1916, são os 50 centavos de 1912, 1913, 1914 e 1916, são os 20 centavos de 1913 e 1916 e são os 10 centavos de 1915.

Com a excepcão dos 20 centavos de 1913 (e pouca), todas as outras são moedas relativamente comuns e que tiveram, sobretudo, uma valorizacão significativa nos primeiros tempos pos-fim do escudo :)
João Fernandes


Voltar para “República Portuguesa”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 7 visitantes