960 Réis - duvidas

Moderador: Moderador de Honra

Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
numismatica_bentes
Reinado D.Filipe II
Mensagens: 842
Registado: quarta set 19, 2007 1:01 pm
Localização: Italia
Contacto:

Re: 960 Réis - duvidas

#81 Mensagem por numismatica_bentes » terça jul 12, 2011 1:29 pm

NOMENCLATURA DOS 960 RÉIS DO IMPÉRIO

Imagem



Avatar do Utilizador
numismatica_bentes
Reinado D.Filipe II
Mensagens: 842
Registado: quarta set 19, 2007 1:01 pm
Localização: Italia
Contacto:

Re: 960 Réis - duvidas

#82 Mensagem por numismatica_bentes » domingo out 02, 2011 8:20 am

Eixos - reverso medalha - reverso moeda - reverso invertido nos 960 réis

Considerações iniciais - nomenclatura essencial

Anverso: Face da moeda que contém as informações principais. Tais informações, em determinados períodos da história, aparecem juntamente com a efígie do soberano. Em outros períodos, porém, a efígie do soberano, alegorias, o escudo, etc, aparecem isoladamente, cercados por detalhes (legenda) que, apesar de importantes, não fornecem informações relevantes tais como o valor e a data, estas reservadas à face oposta da moeda. Existe uma controvérsia muito grande entre os numismatas com relação ao assunto. Em nosso catálogo, consideramos o anverso como sendo a face da moeda que contém as informações mais importantes (data, valor, etc), com ou sem a efígígie do soberano ou suas armas. Os casos particulares serão tratados na própria descrição da moeda.

Reverso: Face da moeda onde se complementam as informações de anverso.

Eixos: Todas as moedas possuem um eixo imaginário, em torno do qual podemos girá-la, a fim de observar as faces (averso e reverso). Segundo a posição relativa das faces, esse eixo pode ser vertical, horizontal ou oblíquo (inclinado). Com a modernização dos processos de cunhagem, as faces da moeda passaram a ter uma posição fixa, mantendo entre si uma mesma relação.
Geralmente, as moedas são cunhadas levando em consideração a posição do eixo horizontal. Segundo as posições relativas entre as faces, podemos classificar o reverso de um determinado exemplar.

Eixo Horizontal: Eixo padrão para a cunhagem das moedas. O eixo horizontal é aquele adotado para a maioria das moedas na sua relação anverso/reverso. Colocando o anverso da moeda voltado para cima (ver figura a seguir), e fazendo uma rotação de 180 °, ao redor do seu eixo, o reverso também deverá estar voltado para cima, como mostrado na figura.

Imagem

Eixo Vertical: Poucas são as moedas que foram cunhadas usando a relação direta com o eixo vertical. Colocando-se o anverso da moeda voltado para cima (como demonstra a figura), feita uma rotação de 180 graus através de seu eixo vertical, o reverso também deverá ficar virado para cima.

Imagem

A fim de facilitar o entendimento do assunto e, principalmente, dar ao leitor condições de identificar a moeda cunhada com reverso invertido, resumimos o assunto como se segue:

Baseando a identificação, usando apenas o eixo vertical, temos:

1. Moedas cunhadas com o “reverso medalha”: Mesma posição de anverso e reverso, em relação ao eixo vertical.

2. Moedas cunhadas com o “reverso moeda”. Posições contrárias de anverso e reverso, em relação ao eixo vertical.


Nos 960 réis.

Os 960 Réis, por exemplo, eram cunhados com o reverso medalha. Em outras palavras, as faces da moeda mantém a mesma posição em relação ao eixo vertical. Para um melhor entendimento, basta pegar um moeda de 960 Réis, mantendo-a com o anverso direito (ver figura a seguir) voltado para o leitor, segurando-a entre os dedos polegar e indicador. Em seguida, gira-se a moeda em torno do seu eixo, como mostrado na figura. No caso particular dos patacões, ao girarmos a moeda, da forma descrita, sobre o eixo vertical, o seu reverso deve se apresentar em posição normal (1), não invertida. Isso porque as moedas de 960 Réis, foram cunhadas com o “reverso medalha”.

Se, ao girarmos a moeda de 960 Réis, em torno do seu eixo vertical, a figura de reverso aparecer invertida (de cabeça para baixo), diremos que se trata de um exemplar com reverso invertido (2). Atenção: Isso no caso das moedas cunhadas com reverso medalha.

Imagem

No caso das moedas cunhadas em sua forma natural, o chamado reverso moeda, a situação se inverte, pois ao procedermos como o exposto acima, normalmente o reverso da moeda deverá estar invertido, o que é o normal e esperado. Caso isso não aconteça, e a figura de reverso se encontre na mesma posição em relação à figura de anverso, diremos que essa moeda é um exemplar com reverso invertido. Mas lembre-se que isso é normal nos patacões, pois foram cunhados com o reverso medalha.

Mas como saber se uma moeda foi cunhada com reverso medalha ou reverso moeda ?

No nosso catálogo, em todas as moedas, o leitor pode constatar, na descrição que se encontra à esquerda de cada exemplar, a observação quanto ao tipo de cunhagem; se reverso medalha ou reverso moeda.

Imagem


Nas moedas do Real, assim como na maior parte das cunhagens brasileiras a partir da República, o reverso é quase sempre moeda. Os 960 Réis, os 640 Réis, algumas moedas de cobre e algumas da República foram cunhadas, particularmente, com o reverso chamado “medalha”.


Outros reversos dos 960 réis.

A forma “horária” é, cada vez mais, usada nos leilões internacionais. Por serem mais cômodos ao se explicar reversos que, devido a um erro de cunhagem, se encontram em particular posição em relação ao eixo vertical do anverso, tem ganhado cada vez mais adeptos. Os exemplos, a seguir, são auto-explicativos.

Imagem

Resumindo: Reverso Invertido é aquele que tem posição contrária àquela original, ou seja, a oficial com que foi cunhada a moeda. O cunho do reverso se encontra em posição inversa ao que deveria ser o original da moeda. Para isto adotamos o sentindo de girar a moeda pelo eixo vertical, mesmo tendo conhecimento do eixo horizontal. O reverso invertido é a posição contrária da original, cujo anverso é girado verticalmente para observarmos o reverso. As demais posições partem daí: horizontal, inclinada, esquerda ou direita, mas sempre em relação ao anverso oficial.

A consequente influência na avaliação.

Salvo raras exceções, os patacões com reverso invertido são muito raros, a exemplo daquele cunhado na Casa de Fundição de Vila Rica (Minas Gerais) com data 1810. A seguir um outro raríssimo exemplo de patacão cunhado com reverso invertido, leiloado nos EUA, em 2010, por US$ 10.350,00, um valor considerado aquém da nossa avaliação, por tratar-se de exemplar raríssimo.

Imagem

Nessa mesma data ainda existem outras variantes importantes, porém com reverso normal (medalha). São elas:

1. 1819R com 7 frutos no ramo esquerdo, figura a seguir.

Imagem

2. 1819R com 9 frutos no ramo esquerdo, figura a seguir

Imagem

O leitor pode observar que o ramo da direita, nas duas variantes, apresenta sempre 8 frutos, o que é o normal.

Nessa data existe ainda outra variante que, apesar de ser considerada comum, nós perferimos classificá-la como ESCASSA, pois não se encontra com tanta facilidade no mercado. Trata-se da variante com florões verticais e zero de 960 menor.

Avatar do Utilizador
José Gomes
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2236
Registado: quinta jun 16, 2011 5:05 pm
Localização: Pernambuco, Brasil

Re: 960 Réis - duvidas

#83 Mensagem por José Gomes » sexta nov 11, 2011 12:47 pm

Bom dia, Bentes

Em primeiro lugar, parabéns pelo brilhante trabalho. É sem dúvida uma verdadeira aula sobre os belos patacões que encerram tanta história. :clap3: :clap3: :clap3:

Em segundo plano, este trabalho me inspirou, e juntei todos os patacões que tenho, ao todo 22 peças, e vou postar no Fórum as fotos dos mesmos, brevemente, pois entendo que sei muito pouco sobre o assunto, que tem uma grande carga de detalhes e variações, e vou solicitar a opinião dos ilustres numismatas deste Fórum, inclusive a sua, caso possível for.

Lembro, de antemão, que tenho um de 1816R, emissão especial, e um outro de 1816 com um carimbo "SAMPEX", ou algo assim, mas, como frisado acima, vou colocar a foto de cada um, na esperança de que alguns pormenores sejam esclarecidos.

Receba o meu fraterno abraço.

Gomes.

ctrlalt
Senhor Escudo da I República
Mensagens: 36
Registado: quinta fev 16, 2012 9:37 pm

Re: 960 Réis - duvidas

#84 Mensagem por ctrlalt » terça abr 17, 2012 2:03 pm

Olá,

Quais são os graus de raridade alguns dos variantes e erros clássicos, como REGENES, 7 frutos, 9 frutos, SATB, BARS, galhos triplos, castelinho, IGNO, SGIN, etc?

Muito obrigado pela ajuda.

nurv007
Reinado D.Maria I
Mensagens: 465
Registado: sexta jan 01, 2010 10:57 pm
Localização: Rio Grande do Sul - Brasil

Re: 960 Réis - duvidas

#85 Mensagem por nurv007 » sexta dez 21, 2012 4:06 pm

Eu também tinha um 960 réis 1819 R 9 frutos no galho esquerdo...
mas acabei vendendo.
Segue as imagens

Imagem
Imagem
Imagem
Bertoldi

ELMAR FARIAS
Escudinho da II República
Mensagens: 5
Registado: domingo mai 12, 2013 2:47 pm

Re: 960 Réis - duvidas

#86 Mensagem por ELMAR FARIAS » domingo mai 12, 2013 3:29 pm

Prezado Bentes:
peço um esclarecimento a respeito das siglas constantes no reverso dos 8 reales se as mesmas indicam o nome do gravador ou do ensaiador. Faço esta pergunta uma vez que ha muita divergencias entre autores de livros ou artigos sobre o assunto.

David Levy
Senhor Escudo da I República
Mensagens: 40
Registado: quinta jan 06, 2005 6:15 pm

Re: 960 Réis - duvidas

#87 Mensagem por David Levy » sexta jun 21, 2013 5:32 pm

ELMAR FARIAS Escreveu:Prezado Bentes:
peço um esclarecimento a respeito das siglas constantes no reverso dos 8 reales se as mesmas indicam o nome do gravador ou do ensaiador. Faço esta pergunta uma vez que ha muita divergencias entre autores de livros ou artigos sobre o assunto.
Oi Elmar, como vai ?

as duas letras que aparecem nos reversos dos 8 reales são SEMPRE dos ensaiadores. Duas iniciais, uma para cada ensaiador, geralmente um principal e um ajudante. Alguns livros especializados podem te dar inclusive o nome completo de todos eles (para uma certa casa ou certo periodo de tempo).

Os cunhos eram todos feitos na Espanha (salvo algumas exceções), e punções eram enviados às colônias. O cunho era então "montado" na colônia e usado até sofrer desgaste ou quebra; entao um novo cunho era preparado com os punções. Porém a GRAVACAO das matrizes e punçoes era feita na Espanha. Por isso voce encontra praticamente nenhuma variação de gravação entre um busto de FVII do Mexico e outro de Lima pois ambos vinham da mesma matriz; porém vai encontrar diferenças de posicoes relativas entre as diversos partes que formam o cunho completo.

Em resumo, sao ensaiadores, e nao há duvida alguma quanto a isso.

Um abraço,

David.

ppselos
Reinado D.Luís
Mensagens: 192
Registado: terça mai 14, 2013 9:57 pm
Localização: Samora Correia

Re: 960 Réis - duvidas

#88 Mensagem por ppselos » sexta jun 21, 2013 10:28 pm

Excelente trabalho. Com tópicos destes vou aprendendo cada vez mais sobre temáticas que para mim eram desconhecidas, obrigado a todos os que partilham o seu saber e experiência neste Fórum.
É um desafio,todos os dias ao aceder ao Fórum sei que vou aprender algo novo, quero com esta mensagem agradecer a todos os Foristas que vão contribuindo para que eu vá evoluindo Numismaticamente.
A todos o meu obrigado.
Paulo Pinheiro
ppselos@iol.pt

Avatar do Utilizador
Leandro Numismata
Reinado D.José
Mensagens: 514
Registado: sexta jul 23, 2010 4:20 pm
Localização: Porto Velho,Rondônia,Brasil

Re: 960 Réis - duvidas

#89 Mensagem por Leandro Numismata » terça jun 25, 2013 1:29 am

Excelente trabalho. São textos como esse que enriquecem o nosso conhecimento na Numismática.
numismatica_bentes Escreveu: Nessa data existe ainda outra variante que, apesar de ser considerada comum, nós perferimos classificá-la como ESCASSA, pois não se encontra com tanta facilidade no mercado. Trata-se da variante com florões verticais e zero de 960 menor.
Será que a variante a que se refere o Bentes é essa?

ImagemImagem

Esse exemplar foi recunhado sobre sol argentino, com o anverso do patacão no reverso da moeda base. :dance:
Compro moedas de cobre brasileiras com carimbo do Pará e do Maranhão.

Leandro Guimarães Ribeiro
Porto Velho - Rondônia, Brasil.

cabc
Escudinho da II República
Mensagens: 9
Registado: quinta ago 12, 2010 12:38 am

Re: 960 Réis - duvidas

#90 Mensagem por cabc » sexta out 18, 2013 10:43 pm

Alguém saberia informar um valor para esta moeda?

http://www.forum-numismatica.com/viewto ... 52&t=48897

Responder

Voltar para “Colónia (1500-1822)”