Outro ERRO de Kurt Prober

Moderador: Moderador de Honra

Responder
Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
numismatica_bentes
Reinado D.Filipe II
Mensagens: 842
Registado: quarta set 19, 2007 1:01 pm
Localização: Italia
Contacto:

Outro ERRO de Kurt Prober

#1 Mensagem por numismatica_bentes » quarta dez 31, 2014 3:56 pm

Pesquisar, investigar a possibilidade de algo novo, um exemplar jamais visto ou uma variante inédita, um achado singular, a descoberta de um tesouro ... são apenas alguns dos motivos que fazem da numismática uma ciência fascinante, por que não dizer, irmã da arqueologia.

Nota: QUE NOS PERDOEM OS FÃS INCONDICIONAIS DE KURT PROBER, MAS CONCLUÍMOS QUE O MESTRE ERROU MAIS UMA VEZ.

Depois de muito pesquisar, estudar e verificar textos e documentos, chegamos à conclusão de que o 400 réis da República, data 1914 (pescoço curto e comprido) NÃO são PROVAS DE CUNHO, como sugeriu Kurt Prober em seu catálogo.
Assim, a partir da quarta edição do Catálogo Bentes de Moedas Brasileiras, essa moeda será retirada do capítulo de "ensaios e provas" e inserida no catálogo como moeda de circulação comum, com o número 632, consequentemente alterando a numeração a partir deste exemplar.

Imagem



rodrigoleite
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 5127
Registado: terça jul 21, 2009 12:55 am
Localização: Rio de Janeiro, Brasil

Re: Outro ERRO de Kurt Prober

#2 Mensagem por rodrigoleite » quinta jan 01, 2015 12:10 am

Não é necessária muita pesquisa para isso.

Prober afirmava que elas não eram ensaios, mas provas de cunho, conforme pode ser lido nas Revistas Bahia Numismática de 1953 e na Revista NVMISMATICA de 1992.

Foram cunhadas, no total 1.255.750 moedas, da seguinte maneira:

-610.000 em 1914
-645.750 em 1915

As peças foram refundidas até 1927, escapando algumas que saíram e que se encontram até hoje em coleções. ALgumas até mesmo mostram sinais de circulação.

Prober disse que havia três tipos de cunhagem: ensaios, provas de cunho e moedas. Como não era nem um ensaio, nem uma moeda, ele classificou como uma prova de cunho.

Sobre isso ele escreveu:
[...] é esta a verdadeira história dos famosos níqueis de 1914, erroneamente chamada de ensaios, mas tendo sido aprovados, mesmo não tendo sido postos "oficialmente" em circulação, embora muitos tenham circulado "de verdade", só podem mesmo ser chamados de "provas de cunho". E por isto mesmo figuram em qualquer coleção de moedas brasileiras como "moeda".
Vê-se, no trecho acima que ele preferia o termo "prova de cunho", mas que ele reconhecia que nas diversas coleções elas eram catalogadas como moeda. Embora ele preferisse o termo "prova de cunho" ele deixou aberto a classificação a outros para classificarem como moeda, se quiserem.

Para mim é mais moeda do que prova de cunho, e concordo plenamente a inclusão desta peça e a de 1 Cruzeiro de 1990 "Cruz de Cristo" como moedas.
Rodrigo Leite

Scientia nvmismatica ad omnivm gentivm.

Avatar do Utilizador
José Gomes
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2237
Registado: quinta jun 16, 2011 5:05 pm
Localização: Pernambuco, Brasil

Re: Outro ERRO de Kurt Prober

#3 Mensagem por José Gomes » quinta jan 01, 2015 11:48 pm

Olá, saudações a todos.

Mais uma vez, parabéns, Bentes pela sua análise lúcida e correta, no meu ver. Nos momentos adequados, as distorções vão paulatinamente cedendo lugar às corretas colocações. Nada como o tempo e a pesquisa.

Gomes.

Avatar do Utilizador
erezende
Reinado D.Luís
Mensagens: 154
Registado: domingo dez 18, 2011 2:37 pm
Localização: Brasil
Contacto:

Re: Outro ERRO de Kurt Prober

#4 Mensagem por erezende » sexta jan 02, 2015 3:03 pm

Na medida que se descobrem novos fatos, a história muda...

Tem a "pescoço curto" e a "pescoço comprido". São dois cunhos? Qual a história desses cunhos? Qual veio primeiro? Um deles seria uma variante?

Não eram para entrar em circulação mas, mesmo assim foram produzidas em 1914 e 1915? Elas foram guardadas (antes de circular) ou recolhidas?
Eduardo Rezende
MoedasDoBrasil.com.br
http://www.moedasdobrasil.com.br

Avatar do Utilizador
erezende
Reinado D.Luís
Mensagens: 154
Registado: domingo dez 18, 2011 2:37 pm
Localização: Brasil
Contacto:

Re: Outro ERRO de Kurt Prober

#5 Mensagem por erezende » sexta jan 02, 2015 3:11 pm

numismatica_bentes Escreveu:(...) essa moeda será retirada do capítulo de "ensaios e provas" e inserida no catálogo como moeda de circulação comum, com o número 632, consequentemente alterando a numeração a partir deste exemplar (...)
Por isso, vou continuar aperfeiçoando o CRMB (Código de Referência das Moedas Brasileiras - http://www.moedasdobrasil.com.br/referencia.asp)
Quem quer ajudar?
Eduardo Rezende
MoedasDoBrasil.com.br
http://www.moedasdobrasil.com.br

Responder

Voltar para “República (1889-Presente)”