BRASIL - Padrão 2000 réis - XX gramas.

Moderador: Moderador de Honra

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 14841
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

BRASIL - Padrão 2000 réis - XX gramas.

Mensagempor doliveirarod » domingo fev 24, 2008 3:15 pm

Imagem

O Encilhamento:

O "encilhamento" foi uma grande "bolha" econômica, iniciada no governo da República, com o Marechal Deodoro da Fonseca, cujo exponte maior foi o ministro da Fazenda Rui Barbosa (um dos mais notáveis escritores brasileiros), que no estourar da crise, no fim do séc. XIX, teve que "fugir" para a França.
Com a mudança do Império para a República e os desajustes decorrentes, havia no Brasil uma falta de dinheiro circulante, pois o Império tinha a moeda lastreada no ouro.
Assim, para tentar resolver o problema, numa tentativa de financiar-se a industrialização do país, surge a política do "dinheiro barato", estimulando-se a emissão de papel moeda.
O projetop criou no país três regiões bancárias, que foram autorizadas a emitir dinheiro. A garantia dessas emissões eram Títulos da Dívida Pública (TDPs). Ocorre que o governo acabou autorizando bancos a emitir papel, e foi jogado no mercado uma quantidade de dinheiro superior à produção econômica e à necessidade do país.
A consequência principal foi uma queda brusca no valor dos TDPs e uma inflação galopante, que desvalorizou o então forte padrão mil-réis brasileiro.

AS EMISSÕES.

Assim, com a crise do início do séc. XX, devido à forte desvalorização do padrão mil-réis no Brasil, o país abandonava o velho padrão da coroa (2000 réis com 25 gramas de prata). Entrava em cena o novo padrão desvalorizado do 2000 réis com 20 (XX) gramas de prata 0,900, perdendo a moeda cerca de 1/5 de seu peso em metal precioso.

Embora menores, as moedas ainda preservaram a boa liga, e eram bem interessantes.

Essa série teve início em 1906, sendo cunhada até 1912, quando foi substituída por uma série de designer diferente:

Imagem

Imagem

As moedas trazem em algarismos romanos indicando o seu peso em prata (V, X e XX gramas). São numismas bem tradicionais da colecção do Brasil, sendo os 500 reis de 1911 e 1912 deste tipo muito escassos.

*Nos valores de 500 réis existem variantes com e sem o acento no "E" de "rÉis".

500 réis:
1906 - 352.000 exemplares
1907 - 1.282.000 exemplares
1908 - 498.000 exemplares (existe o Rev. invertido p/ a data)
1911 - 8.000 exemplares
1912 - 2.000 exemplares
KM - 15


1000 réis:
1906 - 420.000 exemplares (há a rara variante do "réiZ")
1907 - 1.939,000 exemplares (há o rev. Horizontal e o Invertido)
1908 - 1.624,000 exemplares
1909 - 816.000 exemplares (há a rara variante do "réiZ")
1910 - 2.354,000 exemplares
1911 - 2.810,000 exemplares
1912 - 528.000 exemplares
KM 16


2000 réis:
1906 - 256.000 exemplares (há o rev. Invertido,o horizontal e a variante do "O" aberto em "ORDEM")
1907 - 2.683,000 exemplares (há o rev. Invertido,o horizontal e a variante do "O" aberto em "ORDEM")
1908 - 1.707,000 exemplares (há o rev. Invertido,o horizontal)
1910 - 584.500 exemplares
1911 - 1.928,500 exemplares (há o rev. invertido)
1912 - incerto
KM 17


Em 1912 houve uma mudança no designer das moedas. Surgiu aí a série que denominamos de "Estrelas Ligadas", pois as estrelas que ornamentam o busto são ligadas por pequenos traços, ei-las:

Imagem
Imagem

500 réis 1912 - quantidade incerta. KM 18
1000 réis 1912 - quantidade incerta. KM 19
2000 réis 1912 - quantidade incerta. KM 20

O peso e a liga de 0,900 continuaram inalterados. Em 1913 ainda se bateram o 1000 e o 2000 réis da série estrelas ligadas:

Imagem

1000 réis 1913 - 2.525,000 exemplares. KM 19
2000 réis 1913 - 398.000 exemplares. KM 20


Por fiim, ainda em 1913, surge o último designer, é a chamada série das "Estrelas Soltas", visto que as estrelas que ornamentam o busto não têm mais os pequenos traços, estão "soltas":

Imagem
Imagem

500 réis 1913A - quantidade incerta. KM 21
1000 réis 1913A - quantidade incerta. KM 22
2000 réis 1913A - quantidade incerta. KM 23


As estrelas soltas foram batidas nos três valores: 500, 1000 e 2000 réis. Trazem no exergo do reverso a letra "A", que indica a casa da moeda de Berlim. Curiosidade é o nome "BRAZIL", que volta a ser escrito com "Z"! Quando na verdade essa forma de escrita já havia sido abandonada (vide as emissões anteriores).

Após essa bela série, o país já começava a sentir muito mais seriamente a política da desvalorização do padrão mil-réis, e o bom peso e liga das moedas foi sendo progressivamente abandonado.
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

Voltar para “República (1889-Presente)”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes