A série dos 400 anos do descobrimento do Brasil!

Moderador: Moderador de Honra

Marcello
Reinado D.Manuel II
Mensagens: 55
Registado: domingo jul 27, 2008 2:54 pm

Mensagempor Marcello » quinta abr 02, 2009 6:48 pm

Excelente artigo do nosso amigo " Moedeiro" temos tantas vertentes historicas para analizar-mos, e assim colocar um pouco de luz, a historia , que muito das vezes é perdida ou "modificada"


Saudações

Marcello

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 14885
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Mensagempor doliveirarod » terça abr 07, 2009 3:14 am

austríaco chamado Ludwig Schwennhagen – conhecido por Chovenágua – percorreu milhares de quilômetros pelos sertões do norte e nordeste e, como resultado de suas pesquisas, escreveu um livro, hoje muito raro, intitulado “Antiga História do Brasil de 1100 a.C. a 1500 d.C.” (1928). Diz ele neste livro que é possível concluir que as Sete Cidades do Piauí foram um reduto de povos vindos do Oriente Médio a partir de 1100 a.C. até 332 a.C. Entre eles os fenícios e cários que, junto com os tupis que já habitavam a região, formaram uma poderosa confederação para explorar as riquezas da terra.
Ludwig partiu da idéia de que os fenícios, por serem ótimos navegantes conseguiram chegar às costas brasileiras antes que Cabral, hipótese esta defendida por vários arqueólogos. Esta imigração teria sido incrementada com a invasão dos núbios, sob o comando de Napata que, em 750 a.C. anarquizou todo o Egito. Os cartagineses, descendentes dos fenícios, teriam vindo depois, desde 700 a.C. até 147 a.C., época da destruição da capital Cartago pelas tropas romanas.
Obviamente Sete Cidades não foi um lugar construído por aqueles povos. Eles simplesmente aproveitaram as formações naturais para estabelecer um grande centro de culto religioso que estaria a cargo dos piagas. Os piagas eram sacerdotes da ordem de Car, procedentes da Cária, uma região da Ásia que mantinha estreitas relações com os fenícios. Com a destruição de Cartago os colonizadores perderam sua estrutura comercial e entraram em declínio. Alguns retornaram aos seus reinos e outros teriam ficado no Brasil, sendo absorvidos pelas culturas nativas.


Essa tese eu acho algo fantasiosa, pois de "concreto", nunca soube de nada achado no Piauí que não pinturas rupestres. Tbm não há o menor traço fenício nos índios aqui do nordeste, nem menção que teriam no passado.

Acredito mesmo que Pinzón veio antes de Cabral, mas acho que antes deles, esteve algum português aqui, pelo simples motivo de que Cabral desviou demais de sua rota original, de uma forma nunca feita até então, e foi uma esquadra inteira! Os navegadores dessa esquadra tinham conhecimentos suficientes para não entrarem num tal "desvio de rota" tão grande, se assim quisessem.

Quanto a Pacheco Pereira, as ilhas de que fala podem ter sido as Antilhas, bem acima do Brasil, outra hipótese é o Canadá, mas ele não fala de "ilhas geladas"...
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

Avatar do Utilizador
DanteD
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3398
Registado: quarta mar 04, 2009 7:23 pm
Localização: brasil
Contacto:

Mensagempor DanteD » terça abr 07, 2009 4:26 am

excelente,parabens,como sempre o fabiano foi magnifico!! :thumbs:

Avatar do Utilizador
Ítalo Rosal
Reinado D.Maria II
Mensagens: 283
Registado: sexta mar 13, 2009 11:41 pm

Mensagempor Ítalo Rosal » sexta jun 12, 2009 11:25 pm

Fugindo um pouco do rumo que assumiu este tópico, retornemos às moedas ...
Um antigo e muito respeitado numismata da minha região disse-me que essa série (comemorativa dos 400 anos do Descobrimento) - e sobretudo a moeda de 4000 - réis é frequentemente encontrada em versão falsa. De fato, observei na Internet algumas dessas moedas DECLARADAMENTE FALSAS. É verdade que tais falsificações são tão comuns ? Como distinguir os exemplares verdadeiros ?

Avatar do Utilizador
Ítalo Rosal
Reinado D.Maria II
Mensagens: 283
Registado: sexta mar 13, 2009 11:41 pm

Mensagempor Ítalo Rosal » sexta jun 12, 2009 11:25 pm

:asdf:
Última edição por Ítalo Rosal em sábado jun 13, 2009 2:01 am, editado 1 vez no total.

Avatar do Utilizador
EUROESCUDO
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 5139
Registado: sábado mar 07, 2009 12:07 pm
Localização: Maia - Porto - Portugal
Contacto:

Re: A série dos 400 anos do descobrimento do Brasil!

Mensagempor EUROESCUDO » sábado jun 13, 2009 12:35 am

Excelente topico :thumbupleft:
C/ Melhores cumprimentos:
M E N D E S
€uroe$cudo

Consulta Rápida do Fórum ---- Literatura On-line [PDF]

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 14885
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Mensagempor doliveirarod » segunda abr 05, 2010 2:59 am

Aqui estou todo babado hoje, pois consegui completar a família, que aí aparece unida e feliz para a foto!
A de 4000 réis é fantástica! Quem tem uma dessa na mão entende a diferença da autÊntica para o lixo chinÊs!

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

A grande pesa 51, 2 gramas.

:green:
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

Avatar do Utilizador
Paul Gerritsen Plaggert
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4244
Registado: sexta fev 01, 2008 3:44 am
Localização: São Paulo -SP Brasil

Mensagempor Paul Gerritsen Plaggert » terça abr 06, 2010 12:40 pm

Belas moedas, Fabiano! As suas passam muito longe do lixo chinês!
A de 4000 réis está estupenda, 16 raios, o local onde a chinesada mais se descuida (deixa os raios atingiren a orla).
Parabéns! :clap3: :clap3: :clap3:
PECVNiA NON OLET

rodrigoleite
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 5135
Registado: terça jul 21, 2009 12:55 am
Localização: Rio de Janeiro, Brasil

Mensagempor rodrigoleite » terça abr 06, 2010 12:45 pm

Parabéns! :clap3: :clap3: :clap3:
Essa é uma das séries que gostaria de ter. :thumbs:
Rodrigo Leite

Scientia nvmismatica ad omnivm gentivm.

Avatar do Utilizador
Brasileirinho
Reinado D.Maria II
Mensagens: 284
Registado: quinta dez 09, 2004 4:46 pm
Localização: Porto Alegre RS Brasil
Contacto:

Re:

Mensagempor Brasileirinho » quinta mai 20, 2010 7:25 pm

Excelente a colocação histórica e contrapontos tanto do colega Jaled, como do Corso.

Também excelente material e parabéns por tua série Fabiano.

Agora:
Ítalo Rosal Escreveu:Um antigo e muito respeitado numismata da minha região disse-me que essa série (comemorativa dos 400 anos do Descobrimento) - e sobretudo a moeda de 4000 - réis é frequentemente encontrada em versão falsa. De fato, observei na Internet algumas dessas moedas DECLARADAMENTE FALSAS. É verdade que tais falsificações são tão comuns ? Como distinguir os exemplares verdadeiros ?


Afora a falsificação chinesa, que é fácil de reconhecer, até por fotos, pois um dos raios inferior do sol atinge o dístico "Pedr' Alvares Cabral". Até que eles consertem o cunho será fácil.

Relativo às falsificações mais antigas e elas existem aos montes, a melhor forma de reconhecer as verdadeiras é um "exercício pouco numismático".

Explico: não sei bem por qual razão, mas imagino por se tratar de uma moeda de grandes dimensões, o disco ficou abaulado, umas mais outras menos, mas todas ficaram.

Então pegue o 4.000 Reis, com Cabral para baixo, assim a parte côncava ficará para cima, coloque em uma superfície de vidro, e gire como um pião. Se a moeda girar é boa, mas se não girar...

O fato de não girar, é que o disco não está côncavo sendo uma falsificação. Nas moedas verdadeiras por menor que seja o abaulamento ela girará.

Perdoem-me pela ousadia e não me matem a chibatadas, mas é o meio mais fácil de detectar a falsificação, ainda que um método pouco numismático.
Francisco Partos
Visite nossa loja: E & P Numismática

http://eepnumismatica.com

:brasil: :pt:


Voltar para “República (1889-Presente)”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes