Fórum Numismática

Lugar de convívio de colecionadores de moedas, notas e outros artigos
Data/Hora: quarta dez 19, 2018 7:35 am

Hora UTC




Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 5 mensagens ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Ensaios e provas do REAL
MensagemEnviado: quarta jun 26, 2013 1:46 am 
Desligado
Reinado D.Afonso VI
Avatar do Utilizador

Registado: quarta set 19, 2012 12:03 pm
Mensagens: 671
Localização: Rio de Janeiro
Ensaios e provas do REAL

ImagemImagem

Ensaio controverso defendido por P. P. Balsemão, gravador gaúcho.

Material: cuproníquel+alpaca
Diâmetro: 27,0 mm
Peso: 7,96 g
Bordo: serrilhado
Eixo: reverso moeda (EH)

ImagemImagem

Prova.


Material: cuproníquel+alpaca
Diâmetro: 27,0 mm
Peso: 7,96 g
Bordo: serrilhado

Fonte:www.moedasdobrasil.com.br

_________________
Marcio B. Rodrigues
mbr1976@gmail.com
Rio de Janeiro - RJ
BRASIL
PECUNIA TOTUM CIRCUMIT ORBEM


Topo
   
 Assunto da Mensagem: Re: Ensaios e provas do REAL
MensagemEnviado: quinta jun 27, 2013 10:13 pm 
Desligado
Reinado D.Miguel
Avatar do Utilizador

Registado: domingo jul 10, 2011 9:30 pm
Mensagens: 333
Acho que por essas moedas conseguimos diferenciar o Ensaio da Prova.

A moeda Ensaio eram modelos de como poderiam ser a moeda a ser lançada (No caso da primeira peça datada de 1997)

A moeda Prova era um teste de uma uma moeda já definida para circular, a prova era algo pra testar o cunho e provar se na pratica ela ficaria realmente como era esperado ( No caso da segunda peça datada de 1998 )

Sobre a primeira peça prefiro não comentar, pois essa peça já deu muito pano pra manga aqui no fórum

Gostaria de opiniões dos colegas se minhas colocações sobre a diferença entre Ensaio e Prova estão corretos ???

_________________
O passado não reconhece o seu lugar. Está sempre presente.

Visite meu facebook http://www.facebook.com/numismatica.monarquia

Att. Rodolfo Rossi.


Topo
   
 Assunto da Mensagem: Re: Ensaios e provas do REAL
MensagemEnviado: sexta jun 28, 2013 8:15 pm 
Desligado
Reinado D.José
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jul 23, 2010 4:20 pm
Mensagens: 509
Localização: Porto Velho,Rondônia,Brasil
Sobre a moeda de 1 real 1997, ao que tudo indica finalmente chegamos a uma conclusão.
A seguir, transcrevo mensagem do Departamento do Meio Circulante do BC, a qual foi transcrita originalmente em boletim da Associação Filatélica e Numismática de Brasília:

"Prezado Senhor,
Em resposta à sua demanda, a Casa da Moeda informou que cunhou peças contendo a imagem de uma bromélia em um dos lados, a título de testes de materiais e processos, para a fabricação da moeda de R$1 da Segunda Família de moedas.
A comprovação de que sua peça é uma das cunhadas pela Casa da Moeda só será possível com a sua apresentação para análise detalhada."

Portanto, a Casa da Moeda do Brasil admite a existência dessa moeda, porém o exemplar de P. P. Balsemão necessita de uma análise a fim de comprovar a sua autenticidade.

_________________
Compro moedas de cobre brasileiras com carimbo do Pará e do Maranhão.

Leandro Guimarães Ribeiro
Porto Velho - Rondônia, Brasil.


Topo
   
 Assunto da Mensagem: Re: Ensaios e provas do REAL
MensagemEnviado: domingo set 16, 2018 8:20 am 
Desligado
Reinado D.Filipe II
Avatar do Utilizador

Registado: quarta set 19, 2007 1:01 pm
Mensagens: 838
Localização: Italia
A RESPEITO DA FICHA BROMÉLIA:

Desde que publicamos a primeira edição do nosso Catálogo, estabelecemos um critério muito rígido para a inserção de novas moedas. Recebemos, continuamente, mensagens de numismatas, colecionadores e comerciantes nos solicitando o inserção em nosso catálogo, de algo que consideram ser um “achado raro” ou coisa que o valha. Mais de 95% destas mensagens, as ignoramos, por sabermos que se tratam de peças adulteradas, já que as conhecemos por constarem em nossos arquivos. Em apenas uma ou outra ocasião, tivemos a nossa atenção despertada para o que poderia ser algo realmente raro, um achado, por assim dizer.
Nesse sentido, para nossa avaliação, adotamos um fluxograma de critérios, obedecendo fielmente as etapas de “expertizing”, estabelecidas em manual pela “Accademia Italiana” e pelas associações numismáticas européias reconhecidamente de interesse público, até a nossa conclusão final.
Nestes 5 anos em que temos publicado o nosso catálogo, apenas em três ocasiões (somente três) reconhecemos a raridade de “um novo achado” que foram devidamente incluídos a partir da terceira edição (o último consta da quinta edição, publicada em Dezembro de 2016), conferindo legitimidade à peça que passou a fazer parte do conjunto numismático do Brasil.....continua

CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LEITURA

_________________
Clique aqui para conhecer o site BENTES


Topo
   
 Assunto da Mensagem: Re: Ensaios e provas do REAL
MensagemEnviado: domingo set 16, 2018 10:06 am 
Desligado
Reinado D.Afonso III
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 28, 2013 4:10 pm
Mensagens: 1797
Localização: Leiria (Distrito)
numismatica_bentes Escreveu:
A RESPEITO DA FICHA BROMÉLIA:

Desde que publicamos a primeira edição do nosso Catálogo, estabelecemos um critério muito rígido para a inserção de novas moedas. Recebemos, continuamente, mensagens de numismatas, colecionadores e comerciantes nos solicitando o inserção em nosso catálogo, de algo que consideram ser um “achado raro” ou coisa que o valha. Mais de 95% destas mensagens, as ignoramos, por sabermos que se tratam de peças adulteradas, já que as conhecemos por constarem em nossos arquivos. Em apenas uma ou outra ocasião, tivemos a nossa atenção despertada para o que poderia ser algo realmente raro, um achado, por assim dizer.
Nesse sentido, para nossa avaliação, adotamos um fluxograma de critérios, obedecendo fielmente as etapas de “expertizing”, estabelecidas em manual pela “Accademia Italiana” e pelas associações numismáticas européias reconhecidamente de interesse público, até a nossa conclusão final.
Nestes 5 anos em que temos publicado o nosso catálogo, apenas em três ocasiões (somente três) reconhecemos a raridade de “um novo achado” que foram devidamente incluídos a partir da terceira edição (o último consta da quinta edição, publicada em Dezembro de 2016), conferindo legitimidade à peça que passou a fazer parte do conjunto numismático do Brasil.....continua

CLIQUE AQUI PARA CONTINUAR A LEITURA

Muito interessante, este esclarecimento. :D
Obrigado. :thumbupleft:

_________________
Cumprimentos,
Sílvio Silva


Topo
   
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 5 mensagens ] 

Hora UTC


Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Limited
Traduzido por: phpBB Portugal