Fórum Numismática

Lugar de convívio de colecionadores de moedas, notas e outros artigos
Data/Hora: domingo set 23, 2018 5:38 pm

Hora UTC




Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 42 mensagens ]  Ir para a página 1 2 3 4 5 Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: domingo jun 25, 2017 11:51 am 
Desligado
Reinado D.Carlos
Avatar do Utilizador

Registado: sexta mar 29, 2013 12:11 pm
Mensagens: 123
Localização: Lisboa, Portugal
Boa tarde,

A notícia está em todos os jornais e revistas da Europa e do Mundo inteiro: num leilão em Maio passado na Holanda (MPO, 23may2017), foi batido um recorde mundial para moedas holandesas. A moeda em questão, um Portugaloser da cidade de Deventer, foi vendida por 130.000 euros.

Imagem Imagem

No catálogo da leiloeira Heritage Auctions Europe vêm muitos pormenores sobre esta raríssima moeda de ouro no valor de 10 ducados. E o que lá se diz e publica revela que esta moeda tinha ido à praça em 2016 pela leiloeira portuguesa Numisma (leilão 108), pela módica quantia de 1.000 euros, só porque tinha sido catalogada como uma réplica moderna do final do século XIX.

Imagem Imagem Imagem

Mas não era. Era, sim, o ÚNICO exemplar conhecido dessa espécie da maior raridade, o qual, fazia parte da colecção do português Carlos Marques da Costa em 1983, quando foi fotografada por Alberto Gomes e publicada na minha monografia "Moeda dos Descobrimentos, Prestígio de Portugal no Mundo".

Imagem

E para que conste aqui se deixa este registo numismático de um recorde holandês na venda de uma moeda que tinha sido portuguesa.

Melhores cumprimentos,
A Trigueiros


Topo
   
MensagemEnviado: domingo jun 25, 2017 11:59 am 
Desligado
Reinado D.Sancho I
Avatar do Utilizador

Registado: terça mar 28, 2017 8:00 pm
Mensagens: 2437
Caro ilustre, uma situação muito interessante caso a moeda seja a leiloada pela Numisma. A meu ver, esse é o aspecto mais peculiar nesta situação, porque quem a comprou sabia muito bem o que estava a comprar e quem a vendeu não fazia a mínima ideia do que tinha em mãos, algo que prova inequivocamente a falta de competência de algumas instituições comerciais supostamente credíveis.

_________________
:D FMMRei :D


Topo
   
MensagemEnviado: domingo jun 25, 2017 2:01 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso VI
Avatar do Utilizador

Registado: sábado jan 28, 2006 10:17 am
Mensagens: 677
Localização: Amarante / Celorico de Basto
fernanrei Escreveu:
Caro ilustre, uma situação muito interessante caso a moeda seja a leiloada pela Numisma. (...) quem a comprou sabia muito bem o que estava a comprar e quem a vendeu não fazia a mínima ideia do que tinha em mãos, algo que prova inequivocamente a falta de competência de algumas instituições comerciais supostamente credíveis.

É uma leitura. Aceito-a, porém não partilho.
Vou por outro caminho aquele que, embora admitindo a universalidade da internet, reconhece a limititude dos sítios nacionais, condicionante esta que permite a quem tem olho e se move entre os 'pequenos' poder ganhar uns milhões!


Topo
   
MensagemEnviado: domingo jun 25, 2017 4:53 pm 
Desligado
Reinado D.António

Registado: domingo ago 04, 2013 11:09 pm
Mensagens: 945
AntonioMota Escreveu:
fernanrei Escreveu:
Caro ilustre, uma situação muito interessante caso a moeda seja a leiloada pela Numisma. (...) quem a comprou sabia muito bem o que estava a comprar e quem a vendeu não fazia a mínima ideia do que tinha em mãos, algo que prova inequivocamente a falta de competência de algumas instituições comerciais supostamente credíveis.

É uma leitura. Aceito-a, porém não partilho.
Vou por outro caminho aquele que, embora admitindo a universalidade da internet, reconhece a limititude dos sítios nacionais, condicionante esta que permite a quem tem olho e se move entre os 'pequenos' poder ganhar uns milhões!



Na minha opinião é um pouco das duas situações! Pois a primeira leiloeira catalogou como réplica e realmente uma leiloeira como a Heritage, possui uma dimensão que é incomparável com a Numisma!

_________________
Cumprimentos,

Ruben Melo

Megaleilões: https://megaleiloes.pt/RubenGM/loja


Topo
   
MensagemEnviado: domingo jun 25, 2017 5:19 pm 
Desligado
Reinado D.Sancho I
Avatar do Utilizador

Registado: terça mar 28, 2017 8:00 pm
Mensagens: 2437
Aceito o que diz o ilustre AntonioMota mas continuo mais virado para a minha opinião. O mundo está mais pequeno e o conhecimento já não está assim tão reservado ao ponto de uma leiloeira Portuguesa não ter acesso ao mesmo. Numa coisa estamos com certeza todos em consonância, a diferença das duas leiloeiras é de facto inqualificável.

_________________
:D FMMRei :D


Topo
   
MensagemEnviado: domingo jun 25, 2017 5:35 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso Henriques
Avatar do Utilizador

Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Mensagens: 10345
Localização: S. João do Estoril - Lisboa
Se este exemplar pertenceu a Carlos Costa, por dedução, direi que ele a comprou como não sendo da época e quem lha vendeu pensaria do mesmo modo. A reforçar esta dedução está o facto de que Carlos Costa dificilmente se teria desfeito de um exemplar único da sua colecção. Dada a proximidade pessoal existente entre Carlos Costa e a Numisma, é muito provável que os responsáveis da leiloeira tivessem tido conhecimento da existência da moeda, das suas origens, e da sua aquisição.

A NGC certificou o exemplar como sendo de (1641), lá terá tido as suas razões para isso, mas é sabido que também já certificou moedas falsificadas.
A Heritage também já colocou em leilão moedas falsificadas, até algumas portuguesas.
Imagino que deve dar muito gozo autenticar uma moeda única. Autenticar uma moeda única deve dar muito trabalho, exigir muita pesquisa, muito estudo e não menos conhecimento. Espero que a Heritage tenha feito tudo isso e tudo bem. Melhor do que quando levou à praça as tais falsificações de que falei, de moedas não únicas.

Aparentemente, quem vendeu no N108 vendeu mal e a Numisma também ficou prejudicada, em questões de receita e de credibilidade. Ainda aparentemente, quem vendeu na Heritage saiu-se bem, a Heritage também pois conseguiu receita e conseguiu algo muito raro que foi autenticar uma moeda única. Que ficará autêntica até prova em contrário e que será única até aparecer outra autenticada, pela Heritage, ou outra empresa qualquer.

Infelizmente, eu não tenho conhecimentos para fazer uma avaliação do exemplar em apreço; também não tenho qualquer interesse particular, nem na Numisma, nem na Heritage.
Felizmente, parece que ainda vão aparecendo exemplares únicos nos tempos que correm.

_________________
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jun 28, 2017 8:42 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso Henriques
Avatar do Utilizador

Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Mensagens: 10345
Localização: S. João do Estoril - Lisboa
Sem pretender entrar em polémicas e tendo por base informações conseguidas de fontes que considero muito fiáveis, adianto que o exemplar agora leiloado não pertenceu à colecção Carlos Costa que foi comprada pelo BES, e que é agora pertença do Novo Banco. Trata-se de outro exemplar.

O do Novo Banco lá continuará ainda, o que poderá ser comprovado junto da Instituição. Eu não o fiz ainda.
Nos anos de 1983 a 1986, e mesmo nos anos a seguir, o exemplar NB foi visto por inúmeras pessoas, curiosos, apreciadores de Numismática, especialistas de maior ou menor nomeada, peritos nacionais e estrangeiros, e foi considerada medalha, porventura por larga maioria, por razões que lhes pareceram legítimas e fundamentadas.

Existirá ainda um terceiro exemplar, localizado nos Estados Unidos, que também tem sido considerado medalha por pessoas que a puderam avaliar.

Enfim, são situações delicadas, em que seria desejável que os argumentos dos especialistas aparecessem, para deleite dos apreciadores e a bem da Numismática.

_________________
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jun 28, 2017 10:04 pm 
Desligado
Reinado D.João IV

Registado: quarta mar 19, 2014 1:27 am
Mensagens: 717
tm1950 Escreveu:
Sem pretender entrar em polémicas e tendo por base informações conseguidas de fontes que considero muito fiáveis, adianto que o exemplar agora leiloado não pertenceu à colecção Carlos Costa que foi comprada pelo BES, e que é agora pertença do Novo Banco. Trata-se de outro exemplar.

O do Novo Banco lá continuará ainda, o que poderá ser comprovado junto da Instituição. Eu não o fiz ainda.
Nos anos de 1983 a 1986, e mesmo nos anos a seguir, o exemplar NB foi visto por inúmeras pessoas, curiosos, apreciadores de Numismática, especialistas de maior ou menor nomeada, peritos nacionais e estrangeiros, e foi considerada medalha, porventura por larga maioria, por razões que lhes pareceram legítimas e fundamentadas.

Existirá ainda um terceiro exemplar, localizado nos Estados Unidos, que também tem sido considerado medalha por pessoas que a puderam avaliar.

Enfim, são situações delicadas, em que seria desejável que os argumentos dos especialistas aparecessem, para deleite dos apreciadores e a bem da Numismática.


Obrigado pelas explicações. Com os dados todos, ou pelo menos mais alguns, as coisas fazem mais sentido..

Em todo o caso era interessante que o eng. Trigueiros, sendo o principal defensor deste exemplar, pudesse vir explicar porque o considera original.


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jun 28, 2017 10:49 pm 
Desligado
Reinado D.António

Registado: domingo ago 04, 2013 11:09 pm
Mensagens: 945
euoutravez Escreveu:

Em todo o caso era interessante que o eng. Trigueiros, sendo o principal defensor deste exemplar, pudesse vir explicar porque o considera original.



Atenção sem entrar em polémicas, no texto do Eng. Trigueiros, ele nunca referiu que achava que o exemplar era verdadeiro, quem o fez foi a empresa certificadora!

Também não podemos imputar à Heritage qualquer responsabilidade, pois quem certifica é que possui essa responsabilidade! À Heritage apenas compete vender o artigo pelo maior preço possível!

_________________
Cumprimentos,

Ruben Melo

Megaleilões: https://megaleiloes.pt/RubenGM/loja


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jun 28, 2017 11:04 pm 
Desligado
Reinado D.João IV

Registado: quarta mar 19, 2014 1:27 am
Mensagens: 717
RubenGMelo Escreveu:
euoutravez Escreveu:

Em todo o caso era interessante que o eng. Trigueiros, sendo o principal defensor deste exemplar, pudesse vir explicar porque o considera original.



Atenção sem entrar em polémicas, no texto do Eng. Trigueiros, ele nunca referiu que achava que o exemplar era verdadeiro, quem o fez foi a empresa certificadora!


O eng. Trigueiros publicou um artigo sobre o exemplar onde defende que ele é de 1640. Além disso já o tinha publicado em 1983 no seu livro, como ele próprio refere no seu post. Basta ir a página onde publica os artigos e pode confirmar. Aliás sendo o livro de 1983 é possível que tenha sido a primeira pessoa a considerá-lo bom..

Em relação à heritage não concordo com o ponto de vista em que uma leiloeira deva demitir-se do seu trabalho de avaliação porque uma certificadora de estados de conservação decidiu que era competente para avaliar a veracidade de um exemplar. Acho que ninguém fica bem na fotografia. Talvez a numisma se se confirmar que é uma medalha.


Topo
   
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 42 mensagens ]  Ir para a página 1 2 3 4 5 Próximo

Hora UTC


Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 4 visitantes


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Limited
Traduzido por: phpBB Portugal