Fórum Numismática

Lugar de convívio de colecionadores de moedas, notas e outros artigos
Data/Hora: sábado nov 17, 2018 9:17 am

Hora UTC




Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 5 mensagens ] 
Autor Mensagem
 Assunto da Mensagem: Pedido de ajuda na identificação
MensagemEnviado: quarta jun 12, 2013 9:47 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso III

Registado: sábado set 13, 2008 3:20 pm
Mensagens: 1767
Localização: Leiria
Amigos agradecia a vossa ajuda na identificação destas 6 moedas.
Os meus agradecimentos.




1
-
Imagem Imagem




2
-
Imagem Imagem




3
-
Imagem Imagem




4
-
Imagem Imagem




5
-
Imagem Imagem




6
-
Imagem Imagem

_________________
R & F


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jun 19, 2013 4:10 pm 
Desligado
Reinado D.Filipe I
Avatar do Utilizador

Registado: quinta ago 07, 2008 9:54 pm
Mensagens: 882
Olá
Desculpe pela demora na resposta.

1. A primeira sapeca é Chinesa do Imperador Ren Zong da Dinastia Song (Norte), que reinou entre 1022 e 1063 dC. Esta moeda foi fundida no período 1056-1063, no qual o Imperador tomou o título de Jia You.
Anverso: Jia You Yuan Bao, escrito no estilo Li (cursivo) no sentido dos ponteiros dum relógio (foto bem orientada);
Anverso: anepígrafa.
Valor 1 wén, ou 1 cash. O wén foi usado entre 621 dC e c. 1948. Hartill 16.150. Muito vulgar, BC.

2. A sapeca é Japonesa. Trata-se de uma moeda muito comum, do tipo Kuan Ei Tsu Ho. Valor 1 Mon.
Anverso: Kuan Ei Tsu Ho (foto bem orientada).
Reverso: anepígrafa.
As sapecas Kuan Ei foram produzidas de 1626 até à década de 1860.

3. Idem

4. Sapeca Chinesa da Dinastia Qing do Imperador de origem manchu De Zong (ou Te Tsung), que reinou de 1875 a 1908 com o título de Guang Xu (ou Kuang Hsu). Casa da Moeda de Guangzhou, Guangdong (ou Kwangtung ou Cantão).
Anverso em chinês (lê-se cima-baixo-direita-esquerda) Guang Xu Dong Bao (foto bem orientada).
Reverso bilingue manchu / chinês (lê-se esquerda-direita, cima-baixo): esquerda Guang em manchu, direita Guang em chinês (identificando a província onde foi feita a cunhagem) / cima Ku Ping em chinês, baixo Yi Qian em chinês (significa "Balanças do Tesouro 1 qian", ou seja certifica que o peso oficial é 1 qian) (foto deve rodar 180º).
Valor 1 wén, ou 1 cash. Referência Hartill 22.1334. Muitíssimo comum. BC.

Algumas observações a propósito desta moeda:
Ao contrário do processo de fabrico tradicional, esta moeda foi cunhada mecanicamente entre 1889 e 1890 com máquinas importadas de Inglaterra, na maior fábrica desse tipo existente no mundo.
Foi o primeiro tipo de sapeca chinesa cunhado em massa. Apesar da grande capacidade da fábrica e da grande quantidade de sapecas cunhadas, o fabrico teve muito prejuízo devido à qualidade da liga e à necessidade de perfurar o tradicional buraco. Apenas mais tarde, com a redução do módulo e a introdução de variantes de fabrico (buraco redondo, ver Hartill 22.1336) é que o fabrico por cunhagem se tornou realmente rentável.
A inscrição no reverso utilizado nesta sapeca diferia profundamente da tipologia utilizada desde o fim das moedas Wu Zhu no longínquo ano 618, e desagradou ao Imperador. A razão desse desagrado é fundamental na definição do carácter da moeda chinesa: desde 618 dC a moeda chinesa é fiduciária. O padrão monetário anterior (moedas do tipo Zhu e anteriores) referenciava o peso da liga monetária ao valor da moeda e portanto esteve na origem de grandes dificuldades no equilíbrio financeiro das várias dinastias que o utilizaram. O valor dos metais não era constante, pesando sobretudo a variação do valor do cobre, e este facto influenciou directamente e de forma negativa a produção de moeda. Nos últimos anos de utilização das moedas Wu Zhu, cuja designação era uma referência directa embora muitas vezes fictícia ao seu peso, a moeda estava largamente descredibilizada.
Com a introdução do tipo Kai Yuan (já várias vezes referido neste forum) deu-se uma revolução, pois este tipo era fiduciário. A moeda passou a ser apenas um meio de facilitar as trocas (apenas durante o desastroso reinado de Wang Mang esse princípio foi interrompido). ´
Mas desde sempre foi preocupação dos governantes produzir sapecas com a melhor qualidade possível, para combater a moeda falsa e estabelecer um padrão de credibilidade para a moeda circulante, para corresponder a um princípio filosófico também, o confucianismo exigia que a moeda fosse o que dizia ser. Num padrão monetário com base no peso tal era impossível. No entanto, apesar disso o valor intrínseco das moedas não era o fundamento do seu valor de mercado, mas sim a garantia dada pelo Estado. Daí o seu carácter fiduciário.
Ver discussão neste tema no artigo de François Thierry "La fiduciarité idéale à l'épreuve des coûts de production: quelques éléments sur la contradiction fondamentale de la monnaie en Chine" In: Revue numismatique, 6e série - Tome 157, année 2001 pp. 131-152.
Ver link aqui: http://www.persee.fr/web/revues/home/prescript/article/numi_0484-8942_2001_num_6_157_2323
No Ocidente, o velho padrão do valor intrínseco da moeda manteve-se desde a origem da moeda até bem entrado o século XX, seja pelo valor do metal incorporado em cada moeda, seja pela introdução oficial (muito tardia) do padrão ouro.
Na China do Séc. XIX os dois sistemas monetários, o Ocidental e o Chinês, afrontaram-se numa luta de morte nos mercados internacionais e interno da China, e a moeda Ocidental viria a vencer de forma definitiva a velha sapeca chinesa e as formas tradicionais do comércio chinês.
Os próprios chineses viram-se forçados a emitir moeda de prata segundo os padrões ocidentais, mas esta medida não foi capaz de estancar o caos económico e social, que culminaram na guerra civil e no empobrecimento do Estado Chinês. A título de exemplo, a prata saía da China em lingotes, comprada com moeda Ocidental de prata de menor teor de pureza, para fabricar dinheiro ocidental que depois ia servir para comprar mais prata. Este ciclo catastrófico durou décadas e apenas terminou com o fim dos privilégios comerciais (por volta da 2ª Guerra Mundial).
Assim, para o Imperador e a sua classe de apoio mais esclarecida, era inaceitável regredir até ao padrão peso e aos valores ocidentais na própria moeda circulante. Tinham de tolerar no comércio internacional o padrão ocidental (os chamados Trade Dollars lembram-se?) e não podiam permitir de modo algum a intodução do mesmo padrão na circulação interna da própria China. Sobretudo, não depois da Revolta Tai Ping e da Guerra dos Boxers.
Significativamente, esta sapeca utilizava uma inscrição que regressava ao odiado padrão peso em moedas emitidas numa fábrica recém instalada pelos ingleses, autorizada por funcionários chineses influenciados pelos ingleses. O Imperador exigiu e conseguiu que o reverso fosse substituído pelo modelo tradicional, mas apesar disso o fabrico não foi imediatamente descontinuado tendo a produção desta sapeca durado ainda cerca de um ano até ser interrompida.
Durante o reinado deste Imperador também produziu sapecas pelo processo tradicional, a fundição, que são bastante mais raras e valiosas.

5. Sapeca Chinesa da Dinastia Qing do Imperador de origem manchu Sheng Zu, que reinou entre 1662 e 1722 com o título de Kang Xi. Casa da Moeda de Hangzhou, no Zhejiang.
Anverso: Kang Xi Tong Bao em chinês (foto bem orientada);
Reverso: Esquerda Je (manchu), direita Zhe (chinês) (foto deve rodar 180º).
Este tipo monetário foi produzido entre 1667 e 1674. Valor 1 wén, ou 1 cash. Referência Hartill 22.137. BC. Muitíssimo comum. BC.

6. Sapeca Chinesa da Dinastia Qing do Imperador de origem manchu Wen Zong, que reinou entre 1851 e 1861 com o título de Xian Feng. Casa da Moeda da província de Yunnan (localização indeterminada, existiram inúmeras em diversos locais durante este período).
Anverso: Xian Feng Tong Bao em chinês (foto bem orientada);
Reverso: Esquerda Boo, direita Yun em manchu (foto bem orientada).
Este tipo monetário foi produzido entre 1851 e 1854. Valor 1 wén, ou 1 cash. Referência Hartill 22.983. Muitíssimo comum. BC.

Abraço
Augusto Mouta


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jun 19, 2013 4:35 pm 
Desligado
Escudinho da II República
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 14, 2013 4:24 pm
Mensagens: 19
Muito bom, grande dedicação e paixão.

_________________
Cumprimentos
Migalhas


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jun 19, 2013 6:08 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso III

Registado: sábado set 13, 2008 3:20 pm
Mensagens: 1767
Localização: Leiria
Augusto Mouta Escreveu:
Olá
Desculpe pela demora na resposta.

1. A primeira sapeca é Chinesa do Imperador Ren Zong da Dinastia Song (Norte), que reinou entre 1022 e 1063 dC. Esta moeda foi fundida no período 1056-1063, no qual o Imperador tomou o título de Jia You.
Anverso: Jia You Yuan Bao, escrito no estilo Li (cursivo) no sentido dos ponteiros dum relógio (foto bem orientada);
Anverso: anepígrafa.
Valor 1 wén, ou 1 cash. O wén foi usado entre 621 dC e c. 1948. Hartill 16.150. Muito vulgar, BC.

2. A sapeca é Japonesa. Trata-se de uma moeda muito comum, do tipo Kuan Ei Tsu Ho. Valor 1 Mon.
Anverso: Kuan Ei Tsu Ho (foto bem orientada).
Reverso: anepígrafa.
As sapecas Kuan Ei foram produzidas de 1626 até à década de 1860.

3. Idem

4. Sapeca Chinesa da Dinastia Qing do Imperador de origem manchu De Zong (ou Te Tsung), que reinou de 1875 a 1908 com o título de Guang Xu (ou Kuang Hsu). Casa da Moeda de Guangzhou, Guangdong (ou Kwangtung ou Cantão).
Anverso em chinês (lê-se cima-baixo-direita-esquerda) Guang Xu Dong Bao (foto bem orientada).
Reverso bilingue manchu / chinês (lê-se esquerda-direita, cima-baixo): esquerda Guang em manchu, direita Guang em chinês (identificando a província onde foi feita a cunhagem) / cima Ku Ping em chinês, baixo Yi Qian em chinês (significa "Balanças do Tesouro 1 qian", ou seja certifica que o peso oficial é 1 qian) (foto deve rodar 180º).
Valor 1 wén, ou 1 cash. Referência Hartill 22.1334. Muitíssimo comum. BC.

Algumas observações a propósito desta moeda:
Ao contrário do processo de fabrico tradicional, esta moeda foi cunhada mecanicamente entre 1889 e 1890 com máquinas importadas de Inglaterra, na maior fábrica desse tipo existente no mundo.
Foi o primeiro tipo de sapeca chinesa cunhado em massa. Apesar da grande capacidade da fábrica e da grande quantidade de sapecas cunhadas, o fabrico teve muito prejuízo devido à qualidade da liga e à necessidade de perfurar o tradicional buraco. Apenas mais tarde, com a redução do módulo e a introdução de variantes de fabrico (buraco redondo, ver Hartill 22.1336) é que o fabrico por cunhagem se tornou realmente rentável.
A inscrição no reverso utilizado nesta sapeca diferia profundamente da tipologia utilizada desde o fim das moedas Wu Zhu no longínquo ano 618, e desagradou ao Imperador. A razão desse desagrado é fundamental na definição do carácter da moeda chinesa: desde 618 dC a moeda chinesa é fiduciária. O padrão monetário anterior (moedas do tipo Zhu e anteriores) referenciava o peso da liga monetária ao valor da moeda e portanto esteve na origem de grandes dificuldades no equilíbrio financeiro das várias dinastias que o utilizaram. O valor dos metais não era constante, pesando sobretudo a variação do valor do cobre, e este facto influenciou directamente e de forma negativa a produção de moeda. Nos últimos anos de utilização das moedas Wu Zhu, cuja designação era uma referência directa embora muitas vezes fictícia ao seu peso, a moeda estava largamente descredibilizada.
Com a introdução do tipo Kai Yuan (já várias vezes referido neste forum) deu-se uma revolução, pois este tipo era fiduciário. A moeda passou a ser apenas um meio de facilitar as trocas (apenas durante o desastroso reinado de Wang Mang esse princípio foi interrompido). ´
Mas desde sempre foi preocupação dos governantes produzir sapecas com a melhor qualidade possível, para combater a moeda falsa e estabelecer um padrão de credibilidade para a moeda circulante, para corresponder a um princípio filosófico também, o confucianismo exigia que a moeda fosse o que dizia ser. Num padrão monetário com base no peso tal era impossível. No entanto, apesar disso o valor intrínseco das moedas não era o fundamento do seu valor de mercado, mas sim a garantia dada pelo Estado. Daí o seu carácter fiduciário.
Ver discussão neste tema no artigo de François Thierry "La fiduciarité idéale à l'épreuve des coûts de production: quelques éléments sur la contradiction fondamentale de la monnaie en Chine" In: Revue numismatique, 6e série - Tome 157, année 2001 pp. 131-152.
Ver link aqui: http://www.persee.fr/web/revues/home/prescript/article/numi_0484-8942_2001_num_6_157_2323
No Ocidente, o velho padrão do valor intrínseco da moeda manteve-se desde a origem da moeda até bem entrado o século XX, seja pelo valor do metal incorporado em cada moeda, seja pela introdução oficial (muito tardia) do padrão ouro.
Na China do Séc. XIX os dois sistemas monetários, o Ocidental e o Chinês, afrontaram-se numa luta de morte nos mercados internacionais e interno da China, e a moeda Ocidental viria a vencer de forma definitiva a velha sapeca chinesa e as formas tradicionais do comércio chinês.
Os próprios chineses viram-se forçados a emitir moeda de prata segundo os padrões ocidentais, mas esta medida não foi capaz de estancar o caos económico e social, que culminaram na guerra civil e no empobrecimento do Estado Chinês. A título de exemplo, a prata saía da China em lingotes, comprada com moeda Ocidental de prata de menor teor de pureza, para fabricar dinheiro ocidental que depois ia servir para comprar mais prata. Este ciclo catastrófico durou décadas e apenas terminou com o fim dos privilégios comerciais (por volta da 2ª Guerra Mundial).
Assim, para o Imperador e a sua classe de apoio mais esclarecida, era inaceitável regredir até ao padrão peso e aos valores ocidentais na própria moeda circulante. Tinham de tolerar no comércio internacional o padrão ocidental (os chamados Trade Dollars lembram-se?) e não podiam permitir de modo algum a intodução do mesmo padrão na circulação interna da própria China. Sobretudo, não depois da Revolta Tai Ping e da Guerra dos Boxers.
Significativamente, esta sapeca utilizava uma inscrição que regressava ao odiado padrão peso em moedas emitidas numa fábrica recém instalada pelos ingleses, autorizada por funcionários chineses influenciados pelos ingleses. O Imperador exigiu e conseguiu que o reverso fosse substituído pelo modelo tradicional, mas apesar disso o fabrico não foi imediatamente descontinuado tendo a produção desta sapeca durado ainda cerca de um ano até ser interrompida.
Durante o reinado deste Imperador também produziu sapecas pelo processo tradicional, a fundição, que são bastante mais raras e valiosas.

5. Sapeca Chinesa da Dinastia Qing do Imperador de origem manchu Sheng Zu, que reinou entre 1662 e 1722 com o título de Kang Xi. Casa da Moeda de Hangzhou, no Zhejiang.
Anverso: Kang Xi Tong Bao em chinês (foto bem orientada);
Reverso: Esquerda Je (manchu), direita Zhe (chinês) (foto deve rodar 180º).
Este tipo monetário foi produzido entre 1667 e 1674. Valor 1 wén, ou 1 cash. Referência Hartill 22.137. BC. Muitíssimo comum. BC.

6. Sapeca Chinesa da Dinastia Qing do Imperador de origem manchu Wen Zong, que reinou entre 1851 e 1861 com o título de Xian Feng. Casa da Moeda da província de Yunnan (localização indeterminada, existiram inúmeras em diversos locais durante este período).
Anverso: Xian Feng Tong Bao em chinês (foto bem orientada);
Reverso: Esquerda Boo, direita Yun em manchu (foto bem orientada).
Este tipo monetário foi produzido entre 1851 e 1854. Valor 1 wén, ou 1 cash. Referência Hartill 22.983. Muitíssimo comum. BC.

Abraço
Augusto Mouta




Amigo Augusto
Muito obrigado pelo seu trabalho e simpatia.

_________________
R & F


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jun 19, 2013 11:38 pm 
Desligado
Reinado D.João II
Avatar do Utilizador

Registado: quinta fev 02, 2012 2:43 pm
Mensagens: 1167
Localização: Campinas SP BR
boa Augusto, sempre nos presenteando :thumbupleft:

_________________
Replica, se fosse boa, seria a peça original. Evite.


Topo
   
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 5 mensagens ] 

Hora UTC


Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Limited
Traduzido por: phpBB Portugal