Cheques

Moderadores: VMNV, José Duarte, Moderador de Honra

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10245
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Cheques

Mensagempor tm1950 » sexta mai 04, 2007 10:06 pm

Sou um iniciado neste tipo de coleccionismo.
Influenciado por amigos, comecei recentemente a adquirir alguns cheques e vou procurar alimentar esta pequena colecção. Só de cheques portugueses, ou de instituições financeiras que operaram em Portugal, ou ainda de cheques com alguma ligação a Portugal.

Para os foristas mais novos que usam pouco estes papéis de valor, cheques são títulos representativos de um mandato do “sacador” à sociedade que deve efectuar o pagamento, o “sacado”.

Julgo saber que há coleccionadores apenas de cheques preenchidos, outros de cheques não preenchidos e outros ainda que coleccionam ambos, como é o meu caso.

É natural dividir os cheques em três tipos: os clássicos, os pré-normalizados e os normalizados. Neste momento penso apenas nos clássicos.

É desejável que os cheques se apresentem no melhor estado possível e com canhoto, no caso dos não preenchidos.

Apresento alguns exemplares da minha modesta colecção.
- Banco de Lisboa
- Almeida, Basto & Piombino & Cª
- António, Coimbra & Irmão, Lda
- Pancada & Moraes & Cª

O Banco de Lisboa foi o primeiro Banco a operar em Portugal, em 1822. O cheque é preenchido, datado de 1835, e é um dos que mais gosto.

Faço votos que apareçam foristas interessados neste tema.



Imagem

Imagem

Imagem

Imagem
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

Avatar do Utilizador
Lunor
Reinado D.Dinis
Mensagens: 1584
Registado: terça fev 28, 2006 12:44 am
Localização: Vale de Milhaços - Corroios

Mensagempor Lunor » sexta mai 04, 2007 10:41 pm

Interessante, essa modalidade de colecionismo que eu não conhecia.
Uma dúvida assolou-me, ao ler que há quem colecione cheques preenchidos: esse colecionismo não depende da desgraça alheia? Senão, porque estariam os cheques preenchidos, mas sem serem levantados?

:biggthumpup:
Luis Norte

"A vida é aquilo que está a acontecer, enquanto estás fazendo outros planos..."

Bandadolopes
Reinado D.Afonso IV
Mensagens: 1493
Registado: domingo mai 08, 2005 2:00 am

Mensagempor Bandadolopes » sexta mai 04, 2007 10:43 pm

Lunor Escreveu: Senão, porque estariam os cheques preenchidos, mas sem serem levantados?

:biggthumpup:


Cheque careca??
Cumprimentos,

Alberto Praça

Avatar do Utilizador
Lunor
Reinado D.Dinis
Mensagens: 1584
Registado: terça fev 28, 2006 12:44 am
Localização: Vale de Milhaços - Corroios

Mensagempor Lunor » sexta mai 04, 2007 10:47 pm

Pois, é o que eu queria dizer, amigo Alberto: alguém ficou a "arder" com o valor do cheque. Daí eu dizer que ..." colecionismo depende da desgraça alheia..."
:biggthumpup:
Luis Norte



"A vida é aquilo que está a acontecer, enquanto estás fazendo outros planos..."

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10245
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Mensagempor tm1950 » sexta mai 04, 2007 10:55 pm

Alguns cheques estariam carecas, mas outros foram pagos e apareceram mais tarde no mercado. Não sei se desviados dos arquivos dos Bancos ou instituições financeiras que terminaram a sua actividade ou foram absorvidos por outras.
Em qualquer dos casos, o preencimento dos cheques tem que ser da época, obviamente.
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

Bandadolopes
Reinado D.Afonso IV
Mensagens: 1493
Registado: domingo mai 08, 2005 2:00 am

Mensagempor Bandadolopes » sábado mai 05, 2007 12:32 am

...
Última edição por Bandadolopes em terça fev 17, 2015 1:31 am, editado 1 vez no total.
Cumprimentos,

Alberto Praça

Alfonsvs
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4334
Registado: segunda abr 04, 2005 11:31 am
Localização: Barcelos - Portugal
Contacto:

Mensagempor Alfonsvs » sábado mai 05, 2007 2:31 am

É uma temática muito interessante, que conheci num leilão da APCPV (Ass. Port. Col. de Papéis de Valor) onde permitiam folhear o álbum antes do leilão. Existem de várias cores e com bonitos desenhos.
Aproveito para apresentar também cheques do Banco de Barcelos. Em funcionamento de 1870 até 1940

Data emendada de 1890 sobre 187.
Imagem

Data manuscrita 1921 sobre “19..“
Imagem

Prova ou cheque, datado de 1937 ? Talvez não tenham sido emitidos. O Banco de Barcelos acabara de comprar o de Guimarães, mas fechou portas em 1940, numa altura em que fecharam outros bancos regionais.
Penso que tem um erro, nem na época se escrevia Guimarãis!
A imagem está partida em dois, pois o cheque não cabia no scaner.
ImagemImagem
:)
José Matos

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10245
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Mensagempor tm1950 » sábado mai 05, 2007 6:21 pm

A informação de que disponho aponta para que o Banco de Barcelos tenha sido estabelecido em 16Abr1875.
Posteriormente terá absorvido a casa bancária (!?) “Sousa Júnior, Sucessores”, não sei em que data.
Mais tarde o Banco de Barcelos foi incorporado no Banco Ferreira Alves que havia sido estabelecido em 13Abr1939.
Este Banco Ferreira Alves alterou a sua designação para Banco Ferreira Alves e Pinto Leite e mais tarde, em 1961, foi incorporado no BNU.
Finalmente, o BNU foi incorporado na CGD em 23Jul2001.

Agradeço ao caro amigo José Matos me confirme estas datas.
A data da fundação do BB foi retirada de um título de 10 acções que possuo. O Banco pagou dividendos até 1936, o que demonstra alguma saúde financeira neste período.
O Banco Ferreira Alves terá surgido pela mudança de nome do Banco de Barcelos, em 13Abr1939?
Ou então, a alteração da designação de Banco Ferreira Alves para BFA Pinto Leite deu-se quando ocorreu a incorporação do Banco de Barcelos no BFA?
Ou ainda, outra hipótese diferente?
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

MCarvalho
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 7734
Registado: sexta nov 05, 2004 9:55 pm

Mensagempor MCarvalho » sábado mai 05, 2007 6:55 pm

O cheque do Banco de Lisboa é lindíssimo, dois contos e setecentos em 1835 era qualquer coisa de extraordinário.

Assim por alto, fazendo as contas ao peso em ouro dessa quantia, tendo como referência o peso duma coroa (c. de 8,9 g.), estamos a falar de quase 5 quilos em ouro, uma fortuna.
MCarvalho

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10245
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Mensagempor tm1950 » sábado mai 05, 2007 10:07 pm

Apresento agora duas imagens de cheques do BB e BFA, felizmente preenchidos.
No primeiro cheque existe uma sobrecarga “Banco Ferreira Alves” o que leva a concluir que, em 01Mar1940, o BB já tinha sido absorvido pelo BFA. Nota-se igualmente que o BB tinha uma agência em Guimarãis (rãis) e que na sobrecarga do BFA “Agência de Guimarães” (rães) a escrita da cidade é diferente, indiciando que o cheque é mais antigo, possivelmente da década de 1930.

O segundo cheque não nos fornece nenhuma informação suplementar, apenas deixa antever que a sede do BFA não devia ser em Guimarães, onde havia uma agência.

Assim sendo, ou o BFA nasceu independentemente do BB e posteriormente (1940?) adquiriu e anexou o BB. Ou então, o BB mudou de nome em 13Abr1939 passando a chamar-se BFA.



Imagem


Imagem
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões


Voltar para “Outros Papéis de Valor”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes