Fórum Numismática

Lugar de convívio de colecionadores de moedas, notas e outros artigos
Data/Hora: sexta nov 16, 2018 1:43 am

Hora UTC




Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 73 mensagens ]  Ir para a página Anterior 1 ... 3 4 5 6 7 8 Próximo
Autor Mensagem
MensagemEnviado: terça jan 20, 2015 11:04 pm 
Desligado
Reinado D.Filipe II

Registado: sexta abr 04, 2008 11:17 pm
Mensagens: 843
RuiFB Escreveu:
Já passou tempo suficiente, está na altura dos intervenientes ganharem coragem e revelarem o que sabem.

Aleatoriamente detectadas sem qualquer informação de proveniência, ao longo dos anos as coisas vão sempre parar a 4 sítios: Manuel, Ricardo, Windwest e amrl43. Os 3 primeiros da mesma vila, o último de uma cidade algarvia.

Não acredito em coincidências, peço de coração aberto a um deles que conte toda a história. Isto das moedas não serve só para ganhar dinheiro, também é cultura, não se pode estragar assim!

Quem é o artesão? Onde está a oficina? Quem é o grossista? De onde tiram as ideias para o fabrico? O detectorismo foi alguma vez alibi?

Chega de mentiras sobre verdadeiras e falsas, deixe-se de burlar pessoas, ajude-se a numismática portuguesa uma vez que seja!


Meu caro Manuel1953, não gosto de comentar sobre a veracidade de uma moeda se é falsa ou verdadeira sem ser em mão, para evitar situações desagradáveis ou injustas, contudo este pseudo dinheiro de D. Afonso Henriques não me restam duvidas e se duvidas houvesse o meio dinheiro que apresentou vem elucidar-me a mente e infelizmente para todos nós ambas são FALSAS!... :fire:
Acho que o Rui tem toda a razão, os maus Vendedores devem ser denunciados e penalizados.
Os verdadeiros coleccionadores, estudiosos e investidores devem suspender todas as suas compras a todos os que passam moeda falsa, pois se o fazem não têm categoria nem credibilidade para estarem numa actividade tão nobre como é a Numismática. :think:
Penso que estas situações devem ser verdadeiramente investigadas pois trata-se de um caso de Policia Judiciaria :(
a bem da nossa Cultura.


Topo
   
MensagemEnviado: terça jan 20, 2015 11:38 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso Henriques
Avatar do Utilizador

Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Mensagens: 4460
Localização: olhão
??policia judiciaria? a esse ponto?por fazerem replicas de moedas que já não circulam há séculos?
se tivesse factura onde fosse afirmado que era genuína poderia tentar uma queixa por burla mas dificilmente teria sucesso,depois teria que haver peritagen e em seguida provar que houve intenção...


Topo
   
MensagemEnviado: terça jan 20, 2015 11:52 pm 
Desligado
Reinado D.Filipe II
Avatar do Utilizador

Registado: segunda nov 08, 2004 4:35 pm
Mensagens: 802
Localização: Lisboa/Caxias
carlos47 Escreveu:
??policia judiciaria? a esse ponto?por fazerem replicas de moedas que já não circulam há séculos?


Esses senhores quando as vendem, não as vendem como réplicas, pois por uma réplica podem-se pedir meia dúzia de euros e não centenas, como eles o fazem. Além disso não anunciam o produto como réplica. Devem ser denunciados a bem da numismática e do coleccionismo nacionais.


Topo
   
MensagemEnviado: terça jan 20, 2015 11:56 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso Henriques
Avatar do Utilizador

Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Mensagens: 4460
Localização: olhão
no meio da numismatica sim claro,judicialmente inútil a menos que tenha provas de burla e isso só com factura discriminando o objecto


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jan 21, 2015 1:09 am 
Desligado
Reinado D.Afonso Henriques
Avatar do Utilizador

Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Mensagens: 15195
Localização: Brasil
Citar:
não gosto de comentar sobre a veracidade de uma moeda se é falsa ou verdadeira sem ser em mão, para evitar situações desagradáveis ou injustas, contudo este pseudo dinheiro de D. Afonso Henriques não me restam duvidas e se duvidas houvesse o meio dinheiro que apresentou vem elucidar-me a mente e infelizmente para todos nós ambas são FALSAS!...


Nada substitui um exame na mão, isso é certo. Mas isso tbm é relativo, depende da qualidade das fotos, dados apresentados, e qualidade da falsificação.
A maioria do que aparece aqui basta ter algum conhecimento e logo se vê. Pega-se pelo estilo, detalhes de forja e etc...
As que tenho dúvidas, prefiro não opinar.
No caso da peça apresentada, as imagens comparadas em computador falam por si mesmas. Se alguém acha que numa cunhagem manual são possíveis dois detalhes particulares idênticos (descentramentos iguaizinhos) em dois exemplares distintos do mesmo tipo, seja feliz. Na minha coleção não entra.

_________________
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jan 21, 2015 2:28 am 
Desligado
Reinado D.Afonso IV

Registado: quinta abr 26, 2012 10:59 pm
Mensagens: 1517
Estive com essa moeda na mão e não me convenceu. Na altura nem percebi porquê. Agora sei.


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jan 21, 2015 3:18 am 
Desligado
Reinado D.Sebastião

Registado: domingo ago 04, 2013 11:09 pm
Mensagens: 1033
É por estas e por outras que prefiro a Notafilia, as falsificações são muito mas mesmo muito mais escassas...

_________________
Cumprimentos,

Ruben Melo

Megaleilões: https://megaleiloes.pt/RubenGM/loja


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jan 21, 2015 12:21 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso VI
Avatar do Utilizador

Registado: sexta mar 05, 2010 3:31 pm
Mensagens: 652
Localização: Aveiro
carlos47 Escreveu:
no meio da numismatica sim claro,judicialmente inútil a menos que tenha provas de burla e isso só com factura discriminando o objecto


Não sei se fazer réplicas de moedas que já não têm curso legal e poder liberatório é crime ou se obedece a alguma regra. Mas sei que vender como lebre o que se sabe que é gato é burla, é crime e não é impossível de provar.

As facturas não são necessárias para provar burla, a sua inexistência até pode levar a mais um caso de crime, o fiscal.

No caso de o burlão adquirir uma peça falsa para a revender como verdadeira é mais complicado provar a burla pois terá de se provar que o burlão tinha conhecimento de que a peça não era genuína, não é impossível mas é mais dificil, aqui o multiplicar de casos pode ser determinante. Apanhar um burlão que fabrica as suas réplicas para as passar como verdadeiras já é mais fácil provar o crime, há moldes, oficina, cunhos... quem fabrica um dinheiro do fundador não pode alegar que desconhecia ser um réplica quando o faz passar por genuíno.

Fabricar e fazer passar por genuína uma moeda como esta além de burla é um atentado contra a numismática e contra a História de Portugal. É de gentalha sem coluna vertebral, sem ética, sem moral, o esterco de Portugal. O lugar certo para quem o pratica só pode ser um... bater com o costado atrás das grades. Não vejo como burla não possa ser um caso de judiciária.

_________________
Um abraço,
Carrancho

Meus leilões em http://megaleiloes.pt/leiloes-de-Carrancho
Minha colecção de Ceitis no Museu da Moeda: https://sites.google.com/site/numismati ... a_moeda/mc


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jan 21, 2015 3:18 pm 
Desligado
Reinado D.Afonso Henriques
Avatar do Utilizador

Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Mensagens: 4460
Localização: olhão
mas não vos entendo,com tantos convictos que é crime,que é burla,que é possível provar,que é da competência da policia,e tão repetidamente dizendo que se devem denunciar,que esperam?não há um que ouse? pois eu se tivesse todas essas certezas e o conhecimento que o que digo é certo, há muito que o teria feito
o resto é falar só por falar ou tentar convencer os outros a fazê-lo :think:


Topo
   
MensagemEnviado: quarta jan 21, 2015 5:07 pm 
Desligado
Reinado D.Filipe II
Avatar do Utilizador

Registado: segunda nov 08, 2004 4:35 pm
Mensagens: 802
Localização: Lisboa/Caxias
Este assunto da falsificação de moeda antiga já foi falado aqui no forum - viewtopic.php?f=48&t=71878

RRRMOEDAS Escreveu:
Caros amigos esta matéria tem pano para mangas.

Salvo melhor opinião em contrario, o crime de venda de moedas de colecção falsa, assenta em vários pressupostos do código penal puníveis com penas de prisão:

Como por exemplo:

1º Enriquecimento Ilícito, a ministra da Justiça quer uma revisão do Código Penal e do Código de Processo Penal vai incluir a criminalização do enriquecimento ilícito.
Não nos podemos esquecer que comprar ou vender uma moeda um selo ou um simples relógio, é firmado um contrato entre as partes , mesmo sendo verbal ele é valido, logo existem responsabilidades civis para ambos.

O incumprimento de qualquer contrato, ou a falsificação do objecto que fundamentou esse mesmo contrato, está sujeito a responsabilidades legais, que podem ser civis, mas dependendo dos factos passar a estar sobre a alçada do direito penal, em função da criminalização a que este negocio vier a estar incorporado. Exemplo:

2ª Crime de burla, que pode ser agravada no caso de continuada.I- O crime de burla qualificada previsto e punido no artigo 218º do Código Penal (CP), é um crime autónomo em relação ao simples crime de burla previsto e punido no artigo 217º do CP..
II- O crime de burla qualificada p. e p. no artigo 218º nº 2 do CP, é autonomizado tipologicamente, por qualquer das qualificativas previstas nas alíneas desse nº 2 , entre as quais consta a da alínea c) que é integrada pela factualidade de: "A pessoa prejudicada ficar em difícil situação económica." III- A mera materialidade factual constitutiva da agravação, de per se, não responsabiliza automaticamente o agente pelo resultado produzido, IV- Sendo certo que o crime de burla configura um crime de resultado parcial ou cortado, em que o agente actua com intenção de obter (para si ou para outrem) um enriquecimento ilegítimo, mas, a consumação do crime não depende da concretização do enriquecimento do agente, bastando para o efeito que, ao nível do tipo objectivo, se observe o empobrecimento (=dano) da vítima», é também delito de execução vinculada, pressupondo duplo nexo de imputação objectiva, quer na existência de um nexo entre a conduta enganosa do agente e a prática, pelo burlado, de actos tendentes a uma diminuição do seu património, quer na ocorrência de um nexo entre estes últimos e a efectiva verificação do prejuízo patrimonial . Almeida Costa, Comentário Conimbricense do Código Penal, Parte Especial, Tomo II, págs. 276 e 277 e,, págs. 298 e 293.
Pena de Prisão até 3 anos.

Ainda podemos conjugar os casos de :

3º Má fé, por parte de quem vendeu contra a boa fé de quem ignorantemente comprou, mas nada de errado fez , simplesmente foi enganado, e por isso tem o direito de ser restituído, sob pena do agente que manteve uma conduta de má fé, ter responsabilidades penais sobre a ilicitude dos seus actos.

Etc,..........etc........

Um abraço

JL


Para além disso, existe este decreto-lei em vigor:

Imagem
Imagem


Topo
   
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 73 mensagens ]  Ir para a página Anterior 1 ... 3 4 5 6 7 8 Próximo

Hora UTC


Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 8 visitantes


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Limited
Traduzido por: phpBB Portugal