480 reis 1780 - FAKE >(

Fale aqui sobre moedas falsas ou viciadas

Moderador: Moderador de Honra

Avatar do Utilizador
Augusto Mouta
Reinado D.Filipe I
Mensagens: 884
Registado: quinta ago 07, 2008 9:54 pm

Re: 480 reis 1780 - FAKE >(

Mensagempor Augusto Mouta » terça set 09, 2008 11:55 am

Em minha opinião, as falsas de época são coleccionáveis. Em transacções obviamente deve ser assumido que o são, senão há fraude.
AM

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10860
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Re: 480 reis 1780 - FAKE >(

Mensagempor tm1950 » terça set 09, 2008 8:25 pm

Augusto Mouta Escreveu:Em minha opinião, as falsas de época são coleccionáveis. Em transacções obviamente deve ser assumido que o são, senão há fraude.
AM


Concordo. Tenho também algumas falsas que serão eventualmente de época.
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

abissinia
Escudinho da II República
Mensagens: 13
Registado: terça out 28, 2008 10:57 pm

Mensagempor abissinia » segunda nov 17, 2008 10:04 pm

mas ainda me pergunto, como é que se consegue falsificar uma mooeda

Jos€
Escudinho da II República
Mensagens: 13
Registado: segunda dez 01, 2008 4:52 pm
Localização: Carcavelos
Contacto:

Mensagempor Jos€ » quarta dez 03, 2008 12:57 am

Estas falsificações são muito comuns?

Avatar do Utilizador
RACP
Reinado D.Manuel II
Mensagens: 57
Registado: quinta fev 07, 2008 1:19 pm
Localização: Em minha casa em matosinhos, que fica ao lado da casa do meu vizinho...
Contacto:

Re: 480 reis 1780 - FAKE >(

Mensagempor RACP » sexta fev 06, 2009 11:44 pm

Augusto Mouta Escreveu:Em minha opinião, as falsas de época são coleccionáveis. Em transacções obviamente deve ser assumido que o são, senão há fraude.
AM


eu tambem concordo consigo...se for de época devem ser coleccionáveis...
"Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz apenas até onde os outros foram"

Avatar do Utilizador
DanteD
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3398
Registado: quarta mar 04, 2009 7:23 pm
Localização: brasil
Contacto:

Mensagempor DanteD » quinta abr 02, 2009 12:47 am

RACP Escreveu:
Augusto Mouta Escreveu:Em minha opinião, as falsas de época são coleccionáveis. Em transacções obviamente deve ser assumido que o são, senão há fraude.
AM


eu tambem concordo consigo...se for de época devem ser coleccionáveis...
estão os amigos acham que daqui duzentos anos , nossos futuros colegas estarão agradecendo aos famigerados chineses,por terem colocado pçs tão boas no mercado........?é brincadeira, eu tb concordo q se for de época é colecionavel.,mas elas devem ser vendidas como tal!está cada vez mais dificil comprar pçs boas,as romanas estou até preferindo as utg ,hoje mesmo quase comprei um denário sino-romano(acho q pode chama-los assim..)a coisa tá feia!!!!

Avatar do Utilizador
Augusto Mouta
Reinado D.Filipe I
Mensagens: 884
Registado: quinta ago 07, 2008 9:54 pm

Re: 480 reis 1780 - FAKE >(

Mensagempor Augusto Mouta » quinta abr 02, 2009 7:03 pm

Apesar da brincadeira, esta questão merece até mais do que uma reflexão!
As falsas de época, ou "imitações", existiram desde muito cedo, e desde sempre as autoridades emissoras as combateram, quando podiam, reprimindo com a maior força e rapidez.
Existem hoje expostas nos Museus e nas colecções muitas moedas destas, que são indiscutíveis curiosidades sociais e para-numismáticas. Algumas boas obras foram dedicadas às imitações, e os próprios escritores historiadores / cronistas desde a Antiguidade referiram casos com muito interesse. Acontece até que nalguns períodos, é muito difícil, se possível, distinguir as "verdadeiras" das "falsas". O que caracteriza esta produção é que está integrada nos circuitos de circulação monetária da própria época em que se inserem.

Muitas destas moedas foram falsificadas até aos nossos dias com a clara intenção de produzirem uma margem de lucro e enganar o incauto no processo de circulação da moeda. A mais recente falsificação que conheço de moeda portuguesa é da caravela de 5 Escudos dos anos 60, mas pode haver mais recentes. Estes falsários são normalmente de baixa condição, por comparação com os falsários que faziam nota. As suas moedas são de baixa qualidade, e produzidas por processos relativamente rudimentares. Os metais e pesos por exemplo são diferentes, embora visualmente se assemelhem muito aos originais. Nos períodos de crise as suas produções atingiram muitos milhares de exemplares, como é o caso das caravelas de prata dos anos 30, 40 e 50. Mesmo estas moedas são coleccionáveis, e não conheço nenhuma colecção séria que não contenha a sua dose de moeda falsa de época, devidamente referenciada.
Mesmo nos nossos dias há uma forte produção deste tipo em vários países, como o Reino Unido, no qual a produção de moedas de 1 Libra falsas é amiúde notícia de 1ª página nos jornais. As falsas até são relativamente fáceis de distinguir, mas toda a gente as aceita e elas vão circulando.

Uma coisa muito diferente, é a peça fabricada com intenção de enganar coleccionadores. Neste caso, as imitações podem ir muito longe, com aproximação às ligas e pesos, Também neste caso existem muitas peças com grande interesse, estando por vezes as peças dos falsários mais cotadas no mercado do que muitas das autênticas. É o caso dos artistas do Renascimento, e até mais recentes. Não tenho dúvidas do valor social e (mais uma vez) para-numismático destas emissões, e do interesse que há em conhecê-las muito bem!

Outra coisa ainda, um pouco diferente, é a viciação de moedas (datas, detalhes de gravação, "alteração" de metal, etc.), desde há muito feitas em oficinas especializadas por artesãos muito qualificados, por vezes, mas nem sempre, ourives. Mas estas viciações também os conhecedores sabiam identificar. O maior risco coloca-se ao coleccionador em início ou mediano, desprovido de ferramentas de identificação, que hoje é, convenhamos, a maioria.

As falsas de produção actual têm sempre um interesse "documental" para muitos entendidos, que é o de servirem de referência para o estádio de evolução técnica dos falsários.
Penso que os futuros coleccionadores hão-de ficar admirados com a confusão que essas "chapas" originaram, pois isso testemunha claramente o baixo nível geral de informação e defesa de que dispoem os nossos coleccionadores hoje em dia.

Penso, ainda, que o nível técnico dos falsários se vai elevar, à medida que estendam o seu interesse por diversas novas áreas, e à medida que "a crise" vá determinando a produção de novos exemplares com margens de lucro mais reduzidas.
Chegará certamente o tempo em que mesmo os especialistas se sentirão confundidos com a qualidade de certas produções.
Não esquecer que uma das características das fábricas chinesas é não fazerem viciação, que é característico dos técnicos de ourivesaria ou de outros trabalhadores em metal, mas sim falsificação de peças inteiras.
Assim, quando chegar o tempo da reprodução por laser, que já é corrente em alguns ramos industriais, quero ver como é que se faz a identificação!
Neste caso, apenas a análise das diferenças de densidade das camadas superficiais relativamente ao "miolo" em resultado da pancada, ou a análise do espelhamento em moedas Bela ou Proof, ou outra análise muito especializada à liga e suas impurezas...
Ou seja, o que eu quero dizer é que por enquanto estamos bem, pois os tempos mais duros estão para vir.

É absolutamente fundamental que entre nós circule a informação correcta e rigorosa, e que esta seja verdadeiramente transmitida. Eu não me considero especialista em identificação de falsificações, mas já vi aqui tópicos, como um relativo aos 50 centavos de 1925, que me pareceu muito bom, pois provia os interessados com ferramentas concretas de identificação, como o alinhamento do número com o pé, a espessura de uma barra, etc. Este tópico "formava" especialistas em identificação de 50 Cent. 1925 falsas!

Seria muito bom se fosse possível fazer compilação de alguns desses tópicos, transformando-os em referências para a identificação, pois neste forum há mensagens didacticamente excelentes para esse efeito.
AM

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 14885
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Mensagempor doliveirarod » domingo abr 26, 2009 3:28 am

Ou seja, o que eu quero dizer é que por enquanto estamos bem, pois os tempos mais duros estão para vir.


Concordo amigo Mouta, mas vão evoluindo tbm os meios de identificação. Não há falsa que resista hoje a um bom exame microscopial, capaz até mesmo de desvendar de onde vem a prata e seu grau de cristalização. E o bom e velho estudo é e sempre será uma boa arma.

Falsificar bem ainda sai caro, e pode não compensar muitas vezes. A melhor defesa hoje é não adquirir nada desse material chinês, nem por curiosidade. Quanto mais se compra, mais estimula-se esse mercado vigarista. Deixem as falsas sempre na mão do vendedor. Se for enganado, devolva sempre que puder.
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

SANCHO
Reinado D.Dinis
Mensagens: 1624
Registado: terça abr 29, 2008 12:12 am

Re: 480 reis 1780 - FAKE >(

Mensagempor SANCHO » quinta nov 18, 2010 11:10 pm

Convém distinguir "falsas" e "falsificadas".

Avatar do Utilizador
EUROESCUDO
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 5139
Registado: sábado mar 07, 2009 12:07 pm
Localização: Maia - Porto - Portugal
Contacto:

Re: 480 reis 1780 - FAKE >(

Mensagempor EUROESCUDO » quinta nov 18, 2010 11:41 pm

SANCHO Escreveu:Convém distinguir "falsas" e "falsificadas".


Um bom reparo, que a mim o Amigo Augusto Mouta me fez entender!

Entretanto no fim de semana vou criar um tópico sobre este tema!

De certa forma deixo um excerto que é da obra do Eng. Ten. Cor. MENDES MAGRO.



Moedas FALSAS e FALSIFICADAS

Das Falsificações em Geral

São de considerar 2 grupos:
- Moedas Falsas são as contemporânias das verdadeiras, com as quais procuram entar em concorrência como se fossem moeda Legal.
- Moedas Falsificadas são as que reproduzem moedas fora de uso e cujo fabrico visa a especulação no campo da Numismática...

Não são consideradas as imitações e as cópias que podem ser ambas peças de estudo... as Réplicas e devidamente identificadas ®

Quanto a Moedas Falsificadas, os processos são 4, podendo-se considerar 5.. Viciadas.

- Fundição
- Galvanoplastia
- Cunhos ou Punções Falsos
- Cunhos ou Punções autênticos
- Alteração de Moedas Genuínas
C/ Melhores cumprimentos:
M E N D E S
€uroe$cudo

Consulta Rápida do Fórum ---- Literatura On-line [PDF]


Voltar para “Falsas ou Viciadas”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante