Fórum Numismática

Lugar de convívio de colecionadores de moedas, notas e outros artigos
Data/Hora: sexta set 21, 2018 10:27 am

Hora UTC




Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 3 mensagens ] 
Autor Mensagem
MensagemEnviado: sexta jul 13, 2018 1:55 am 
Desligado
Reinado D.Dinis
Avatar do Utilizador

Registado: sexta abr 11, 2014 7:07 am
Mensagens: 1600
O conceito de "coroa arcada" está longe de sempre ter sido consensual. Aliás, a referência às "coroas arcadas" é encontrada apenas num documento - O Livro dos Conselhos, do Rei D. Duarte - não se falando deste tipo de coroas em qualquer outro âmbito, seja em documentos antigos, seja nas sistematizações actuais. Pelo que, se D. Duarte não tivesse falado em "coroas arcadas", actualmente ninguém saberia sequer que existiam.

Mas a verdade é que a referência existe e está documentada, embora apenas no que diz respeito aos meios reais cruzados, moedas que substituíram os reais de 3 libras e meia.

Nesse sentido, foi essa enigmática referência alvo de várias interpretações, podendo-se distinguir duas doutrinas, uma anterior a Gomes Marques e à análise da composição química das moedas; outra posterior à obra de Gomes Marques, sendo a actualmente adoptada no catálogo Alberto Gomes (apenas nos meios reais cruzados).

Deste modo, antes de Gomes Marques pensava-se que as "coroas arcadas" seriam aquelas em que o diadema da coroa era curvo:
Imagem

Ao passo que as "coroas não arcadas" seriam aquelas em que o diadema era recto:
Imagem

Após Gomes Marques percebeu-se, por via da diferenciação tipológica, em conjugação com a composição química, que as "coroas arcadas" a que D. Duarte se referia são aquelas que apresentam arcos no diadema:
Imagem

Ao passo que as "coroas não arcadas" são aquelas que não têm arcos (as "coroas não arcadas" no Porto são muito escassas e não se apresentam de catalogação pacífica...):
Imagem

Ainda assim, este progresso na sistematização das emissões fez-se apenas no sistema do meio real cruzado, visto que o sistema do real de três libras e meia nunca chegou a ser estudado por Mário Gomes Marques. E é daqui que este post surge e sobretudo a propósito desta moeda que comprei recentemente:
Imagem

Ora, quanto à mesma, falar em primeiro lugar da coroa, que por apresentar arcos se deverá também classificar como "arcada". Para mais, feita a análise da composição química de alguns exemplares, percebe-se que a percentagem de prata é geralmente menor do que a das emissões sem coroa arcada.

Ao que, conjugando a análise estilística, se observa que terão sido usados vários tipos de castelos no reverso, o que me leva a concluir que as coroas arcadas são também, nos reais de três libras e meia batidos no Porto, verdadeiras marcas de emissão e não meras especificidades provenientes das mãos de um único abridor. E isto é uma completa novidade em qualquer sistematização até agora esboçada. Aliás, repare-se no que dispõe o catálogo Alberto Gomes - Os tipos são divididos pelo posicionamento do sinal oculto, sem a menor atenção ao tipo de coroa. E reparamos que há duas referâncias com imagens de coroas arcadas - 56.03 e 58.01.

De qualquer modo, não deixa o catálogo de referência perceber que estas moedas com coroa arcada (todas com leis que variam de um a dois dinheiros, são muito mais escassas que a generalidade das restantes emissões portuenses de reais de 3 libras e meia.

Ainda quanto a esta moeda, de notar um pormenor curioso. Quando a comprei tinha dúvidas se apresentava sinal oculto. Caso não tivesse sinal oculto seria uma moeda inédita. No entanto, após melhor observação, fico sem dúvidas que o tem (um "O" à esquerda da coroa). Se repararem, embora pareça uma dupla batida da arruela que remata os arcos, a verdade é que o formato é elíptico e não redondo, para lá de não se apresentar pontuada no centro.

Pena que não seja única, mas não deixa de ser uma escassa moeda, numa referência em que apenas consegui reunir 5 exemplares na amostra fotográfica.


Topo
   
MensagemEnviado: sábado jul 14, 2018 9:49 am 
Desligado
Reinado D.Afonso IV
Avatar do Utilizador

Registado: sexta jun 28, 2013 4:10 pm
Mensagens: 1490
Localização: Leiria (Distrito)
Obrigado, caro Iuri, por mais este interessante e bem estruturado trabalho de pesquisa, estudo e análise, "oferecido de bandeja" a todos os amantes da Numismática, frequentadores deste Fórum! :clap3:
:thumbupleft:

_________________
Cumprimentos,
Sílvio Silva


Topo
   
MensagemEnviado: sábado jul 14, 2018 12:49 pm 
Desligado
Reinado D.Sancho I
Avatar do Utilizador

Registado: terça mar 28, 2017 8:00 pm
Mensagens: 2427
Excelente trabalho amigo Iuri, de leitura simples e muito bem fundamentado :thumbupleft:

_________________
:D FMMRei :D


Topo
   
Mostrar mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar Novo Tópico  Responder a este Tópico  [ 3 mensagens ] 

Hora UTC


Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitante


Criar Tópicos: Proibido
Responder Tópicos: Proibido
Editar Mensagens: Proibido
Apagar Mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Pesquisar por:
Ir para:  
Desenvolvido por phpBB® Forum Software © phpBB Limited
Traduzido por: phpBB Portugal