SOBRE A LIMPEZA DAS PEÇAS. A minha opinião.:)

Dúvidas relacionadas com estados de conservação de moedas

Moderador: Moderador de Honra

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10277
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Mensagempor tm1950 » quinta nov 13, 2008 11:17 am

Todos os fundamentalismos são perigosos e este das limpezas não foge à regra.
Há que saber distinguir as situações, pois cada caso é um caso.

Contaram-me que a Gulbenkian, aqui há uns anos, detectou que uma parte significativa da sua colecção de moedas antigas (não sei quais) estava em perigo de deterioração. Foi feita uma avaliação da situação, não sei por quem, e decidido enviá-las para Londres para limpeza/restauro. Todo o processo foi moroso e caro, mas teria havido fortes razões para que fosse efectuado.

Tenho alguns exemplares do “cavalinho”. Comprei dois com uma patine escura e um amigo ofereceu-se para lhes dar uma limpeza. Quando me fez a entrega, eu não queria acreditar que eram os meus. Meter e tirar no marpal foi a técnica que ele utilizou.
Estou convencido que outros “cavalinhos” da minha colecção já viram o marpal. Neste momento duvido que consiga distinguir todos aqueles que se banharam nesse líquido.

Nas alpacas e nos cobres é mais fácil a identificação. Na minha colecção terei muito poucas moedas destas ligas banhadas no marpal. Não me estou a ver a comprar ceitis, patacos, reais e outras que tais, acabadinhas de sair do banho.
Tenho alguns cruzados num tabuleiro, ao ar, para ver se oxidam mais depressa porque não gosto da limpeza de que foram alvo.

Só se falou de limpezas de peças metálicas, mas o meu sentimento é semelhante relativamente às peças produzidas em papel. Aqui, a limpeza é mais actuante, geralmente deixa marcas mais profundas e pode ser muitas das vezes irreversível. Não há nova oxidação que lhe valha.

Resumo a minha opinião sobre limpezas de uma forma simples: não aprecio limpezas com produtos abrasivos (marpal e similares), tenho algumas moedas limpas por esse processo, nomeadamente pratas da República e cruzados, mas evito adquirir moedas das chamadas ligas pobres que me pareçam limpas. Nas peças de papel, o grau de exigência é ainda maior.
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

Avatar do Utilizador
jcunha
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4214
Registado: domingo set 04, 2005 11:00 pm
Localização: S. Paio de Oleiros - Feira

Re:

Mensagempor jcunha » quinta nov 13, 2008 11:34 am

tm1950 Escreveu:
Resumo a minha opinião sobre limpezas de uma forma simples: não aprecio limpezas com produtos abrasivos (marpal e similares),

O marpal tem muitos defeitos, mas não é abrasivo ;)
Os meus leilões no Mega:

https://megaleiloes.pt/JCunha/loja

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10277
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Mensagempor tm1950 » quinta nov 13, 2008 1:01 pm

Sim, tudo bem! :)
Talvez o termo abrasão não seja o mais indicado para caracterizar a influência do marpal nos meus dois cavalinhos e nos milhares de moedas portuguesas que por aí andam! :biggthumpup:
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

jardineiro
Reinado D.Afonso III
Mensagens: 1731
Registado: sábado set 13, 2008 3:20 pm
Localização: Leiria

Re: SOBRE A LIMPEZA DAS PEÇAS. A minha opinião.:)

Mensagempor jardineiro » quinta nov 13, 2008 3:07 pm

Eu acho-o abrasivo.
R & F

Avatar do Utilizador
jcunha
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4214
Registado: domingo set 04, 2005 11:00 pm
Localização: S. Paio de Oleiros - Feira

Mensagempor jcunha » quinta nov 13, 2008 6:28 pm

O facto de o amigo jardineiro achar ou não achar ou de eu dizer que sim ou que não é irrelevante, ambos somos escravos da verdade e esta é universal nestas coisas ;). Para que um produto seja abrasivo tem que provocar abrasão:

"Abrasão é o acto ou efeito de raspar ou desgastar por atrito." in Wikipédia

Não me parece que qualquer liquido por mais forte que seja, consiga ser abrasivo sem que alguém o use para esfregar. O Duraglit por exemplo é abrasivo mas só o é porque alguém o usa para esfregar. O marpal nem isso, mesmo que esfregue a moeda com ele não consegue provocar abrasão :)

Agora, o Marpal é corrosivo, pouco mas é... Como disse e bem o Pedro Barbot a sua base é o amoniaco que como se sabe é uma base fraca. Todos os compostos, quando o PH foge de 7 para cima ou para baixo tornam-se mais alcalinos (bases) ou mais ácidos respectivamente e tanto uns como outros são corrosivos. Soda caustica de concentração alta (alcalina) ou ácido sulfurico (ácido) são igualemnte corrosivos embora os principios de acção sejam distintos.

No caso particular do marpal este tem um papel de desoxidante que no caso do cobre conduz áquele aspecto "rosinha" irritante mas se não hexistirem problemas (corrosão que se manifesta na forma de "verdete") na moeda não estraga nada a nível definitivo. Só remove a pátina que depois reaparece. :)
Os meus leilões no Mega:

https://megaleiloes.pt/JCunha/loja

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 15056
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Mensagempor doliveirarod » domingo nov 16, 2008 4:03 pm

A moeda daa India vista ao microscópio vai aparecer cheia de buraquinhos. Na mão não «engana» quem estiver equipado. Numismaticamente vale sempre muito menos do que uma moeda nas mesmas condições sem buraquinhos. Qualquer processo quimico abrasivo ou fisico em que pelas leis de mohs que regem a dureza o objecto fisico for mais duro do que a patine da moeda existirão sempre danos irreversiveis.


Perfeito!


Corresponde ao que eu digo: NÃO ADULTEREM O ESTADO ORIGINAL!
Quanto mais uma moeda se afasta do estado original (o que apresentava quando foi cunhada), mas se desvaloriza. Uma peça que teve seu metal adulterado por reação química de limpeza mal feita, se afasta mais de sua originalidade, daí vai naturalmente perder valor. Moedas de cobre que ficam esburacadas ou "rosadas" são peças adulteradas, caem no valor numismático, invariavelmente. Exames com lentes potentes vão comprovar a adulteração. Não façam essas coisas!

A questão da limpeza dá pano pra manga. É certo que até museuns sérios limpam, mas limpam sem adulterar. Daí a necessidade extrema de se saber o que se está fazendo. Utilizar só materiais inócuos, que não vão reagir ou danificar as peças.

Quem não sabe não mexe.
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

tranzyz
Reinado D.João V
Mensagens: 589
Registado: domingo set 25, 2005 1:56 am
Localização: gaia se porto
Contacto:

Re:

Mensagempor tranzyz » terça nov 18, 2008 1:16 am

PBarbot Escreveu:Eu só falei do Marpal, pois muita gente pensa que é um polidor de metais.
É natural que o Marpal funcione muito bem em pratas e CN, mas com muito cuidado tb serve para alguns cobres e bronzes. 99% das vezes dá asneira, mas com a pratica consegue-se ver quais os cobres que não dão asneira.


e verdade mas..... penso que mesmo em pratas e cn ..o marpal nao e boa ideia. alias eu ate penso que o marpal nao e boa ideia em nenhuma moeda,eu ca tenho as minhas razoes, ficam todas mt lindas mas passados uns tempos ja nao estao assim tao bonitas
nos cobres ja descobri ver quais os cobres que vale a pena limpar...aqueles so precisam de 2 ate 5 segundos mergulhados :) mais do que isso ja saiu asneira

qd disse que o marpal e ma ideia, tambem quero ouvir opinioes de defensores do marpal e provas,eu tambem ja fui defensor do marpal,,ate me terem dito outra tecnica
e ter reparado que moedas limpas por marpal ganhavam umas sombras tipo nevoeiro que sao vistas com as moedas inclinadas

e gra;as a sabedoria dos mais velhos aprendi uma tecnica mt boa,pois nunca vi nada melhor, mas pode e deve haver
para pratas e excelente, cn igualmente..menos 10% de eficacia e ate para cobres e bom....qd os cobres se encontram bons claro...ainda com aquele brilho de cunho escondido la no fundo ;)

mas como disse o filipe,90% de todas as moedas que se veem por ai sao limpas, sao e bem limpas, e o pessoal nao nota ou nao desvaloriza
como foi dito todos os museus limpam as moedas, as casas de numismatica teem mts moedas limpas,todos nos temos mts moedas limpas na cole;ao,quer tenham sido limpas por nos ou ja as termos comprado limpas
a verdade e uma............... limpar moedas e uma arte................mesmo ensinada pode nao resultar 100%....so vendo a fazer e que se aprende

cumps

tranzyz
Reinado D.João V
Mensagens: 589
Registado: domingo set 25, 2005 1:56 am
Localização: gaia se porto
Contacto:

Re:

Mensagempor tranzyz » terça nov 18, 2008 5:36 pm

doliveirarod Escreveu:Quanto mais uma moeda se afasta do estado original (o que apresentava quando foi cunhada), mas se desvaloriza. Uma peça que teve seu metal adulterado por reação química de limpeza mal feita, se afasta mais de sua originalidade, daí vai naturalmente perder valor..


uma pergunta
qual a moeda que esta mais parecida com o estado original.....uma unc sem patine ou uma unc com patine????????

so fiz esta pergunta pk mexe com mts opinioes e nem estou a falar em limpezas ;)

Avatar do Utilizador
JaimeCLima
Escudinho da II República
Mensagens: 16
Registado: domingo mai 06, 2018 9:38 pm

Re: SOBRE A LIMPEZA DAS PEÇAS. A minha opinião.:)

Mensagempor JaimeCLima » terça mai 15, 2018 8:15 pm

Boa noite!

Tenho cometido alguns erros com o Marpal! Por não saber em materiais se dá bem, reparo que algumas moedas que "mergulho" em Marpal, saem limpas, mas perdem parte do relevo que apresentavam à partida. Pelo menos é a sensação que ficam.

Já percebi pelos comentários que este é um tema controverso!

jdickson
Reinado D.Sancho I
Mensagens: 2876
Registado: domingo dez 12, 2010 10:27 pm

Re: SOBRE A LIMPEZA DAS PEÇAS. A minha opinião.:)

Mensagempor jdickson » terça mai 15, 2018 8:41 pm

JaimeCLima Escreveu:Boa noite!

Tenho cometido alguns erros com o Marpal! Por não saber em materiais se dá bem, reparo que algumas moedas que "mergulho" em Marpal, saem limpas, mas perdem parte do relevo que apresentavam à partida. Pelo menos é a sensação que ficam.

Já percebi pelos comentários que este é um tema controverso!


A sensação de perda de relevos deve-se à remoção de oxidação que ajuda a definir o contraste, na base dos relevos. O relevo em si não é afetado.

Só uso o marpal em moedas proof, nas quais faz um excelente trabalho. A razão para ter um efeito positivo nas proof e não nas outras, é que as proof pretendem-se sem patine, sem oxidação, com o aspecto espelhado característico. Já com qualquer outro tipo de moedas, mesmo que estejam não circuladas, estas apresentam uma ligeira oxidação superficial que só damos por ela, quando...sai com o marpal. Já me aconteceu e não recomendo.


Voltar para “Estados de Conservação”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitante